NÃO ESTÁ SATISFEITO COM O SEU TRABALHO?


Terceiro milênio, surto tecnológico incomum, mudanças de hábitos e costumes, enfim um novo mundo, um planeta que convive com o maior índice de desenvolvimento humano de todos os tempos, no entanto só uma coisa não mudou: Reclamar do trabalho!

A palavra trabalho, deriva do latim, tripallium que era um
instrumento de tortura pontiagudo, usado na idade média.

Pela origem da palavra, vê-se que realmente, o trabalho até na sua forma semântica, teve uma origem dolorosa.


Fala sério, ninguém acorda de madrugada para trabalhar com um sorriso de publicidade de pasta de dente.

É verdade que, em algumas situações de casais que detestam a presença um do outro, por exemplo, sair de casa para trabalhar, até pode ser uma troca menos penosa.

Mas em geral, o trabalho é uma necessidade. Só isso!
Esta era a necessidade de Juliana Carla, caixa de banco e todo dia era mesma história, escutando gente reclamando do alto custo da conta de luz - e ela não trabalhava na Light - ou da conta do Iptu - ela nem conhecia o prefeito - gente xingando o dono dos cartões bancários, e coitada ouvia aquilo tudo e, ainda, tinha que esboçar um leve sorriso diplomático.

Afinal o cliente sempre tem razão.

De saco, literalmente cheio, resolveu conversar com sua amiga, dona de uma loja de lingerie finas, amigona mesmo de infância, marcaram um almoço e lá foram papear:

-Oi Juliana
Carla, o que vamos comer?
-Quer que eu seja sincera, Martha Maria?
-Lógico, mulher, fala aí...
-O gerente deste restaurante...(rs) olha só que homem!!! (risos, muitos risos).
- Mas ele não está no cardápio Juliana Carla.
-Deixe-me ver, o cardápio...Está sim, está aqui: Picanha à moda da casa!
-Então pede duas... (mais risos, demorados e com tapinhas nas costas!).
Após pedirem a refeição e terem devorado com se tivessem chegado a pé do nordeste, Juliana Carla, desabafa:

- Não agüento mais aquela porcaria de caixa de banco, é estressante, um saco, não muda nada, sempre a mesma rotina...

-Tudo bem, Juliana Carla, mas já parou para pensar quantos empregos muito piores existem? Imagine neste calor insuportável se você tivesse que asfaltar as ruas, limpar esgotos, trabalhar como flanelinha, trocar lâmpada de semáforo...Fala sério!

Definitivamente, já pensou se você fosse zelador de cinema pornô que é um dos piores empregos do mundo, pois ,tem que limpar aquele chão todo, depois de cada sessão?

E carteiro que, além do sol ainda leva mordida de cachorro?

Médico de UTI, vendo um morrer toda hora, administrador de cemitério que tem que enterrar um monte de gente, ginecologista que trabalha o dia todo onde os outros homens só se divertem, masturbador de animais para inseminação artificial, segurança da Amy Winehouse, assessora de imprensa do José Arruda, imagine esta desgraça. Falar o quê?

-Ah, Martha Maria, mas também tem o outro lado, como, por exemplo, gerente de hotel de oito estrelas em Dubai, interprete do Príncipe de Mônaco, empresária do Brady Pitty , chefe de gabinete do líder da oposição , ou da situação, ou de qualquer coisa, no Congresso Federal...
-Acorda, Juliana Carla!
- Martha Maria, acordar? Quando eu estou tendo pesadelos, você não está nem aí, não é isso? Agora, quando o sonho é bom, tenho que acordar. (Continuam os risos).

- Juliana Carla, bota na sua cabeça, sempre haverá um emprego, pior que o seu, e os melhores, estarão sempre ocupados.

6 comentários:

Jaqueline Cristina disse...

(risos) Muito bom!
Sempre estaremos insatisfeitos com alguma coisa.Isso é humano!
Eu gosto de meu trabalho, mas tem dia, como hoje, que não vou trabalhar por não estar ME suportando, por tal não quero as pessoas pagando pelo meu mal-humor ou choro desprovido de razão aparente.
Bjoks

Paulo Tamburro. disse...

Pois é JAQUELINE CRISTINA,

afinal, devemos consagrar a você o Prêmio Simancol do mês.

Sua atitude,poderá certamente diminuir os acidentes de trânsito na cidade, o consumo de café na sua empresa,caras feias das suas amigas e até aquele chatonildo subserviente do seu chefe irá agradecer.

Você é um exemplo! kkkkkk

Abração carioca.



Barbie Californiana disse...

hahaaa... é verdade! Sempre há um empregos piores e os melhores sempre estão ocupados, fazer o que né? Sendo assim, vamos ser feliz com o que temos... (risos) abraços e lindo domingo.

PERSEVERÂNÇA disse...

A insatisfação pessoal faz parte da personalidade do ser humano, e qdo alguém disser que está feliz no que faz pode ter certeza que ainda está na busca de algo mais, neste caso Eu, rsss
Qdo eu era fisioterapeuta reclamava do gesso ou da parafina que tinha que usar nos meus pacientes, hoje na cardiologia, é o equipamento que me deixa cansada, então acho que preciso de uma férias, rsss e você querido Paulo?
Abraço satisfatóriamente molhado esta chovendo aqui em SP,
viu como nunca tem nada perfeito,
Bj

Paulo Tamburro. disse...

Pois é,
agora chover em São Paulo, é absolutamente normal e perfeito!!!

Ou quer que eu minta?

Abração carioca.



Cynthia Lopes disse...

Acorda Juliana Carla! Com um nome desses vc não chega muito longe, que tal ir numa numerologista? Gosto muito dos seus personagens Paulo, vc não tem necessidade às vezes de escrever um romance, estilo Tia Zulmira? Acho que ia funcionar muito bem. bjs cariocas querido...