CARENTE CREMADO.

                                               

   
                   

Os valores maiores das coisas da vida não estão fora de nós, e sim dentro de cada um.
Nossos sentimentos, o julgamento de beleza, as sensações de felicidade, tristeza amor ou frustrações, nascem de dentro para fora.
São comuns as constatações de que fulano ou sicrano apesar de terem tudo, são infelizes, vivem de mal com a vida, enfim...
Isto porque o que vemos no mundo exterior tem que ser interpretado pelo conjunto dos nossos valores e o sadio funcionamento do psiquismo, sendo o bom humor, em tese, o principal indicador de como estamos.


Já aconteceu com você certamente, assistir a uma peça teatral, uma comédia na qual a platéia ri durante todo o tempo e um cara ao seu lado, não esboça sequer um ar de alegria. Parece que estão todos drogados, embriagados e ele o único sóbrio, numa platéia delirante de alegria.
É porque ele está vendo, percebendo e entendendo outra peça, não aquela que todo mundo está gostando.
Nos relacionamentos humanos isto é constante, a julgar pelo diálogo daquele casal em crise:

-Martha Helena, melhor seria nos separarmos – diz o marido com ar entediado.
- A culpa é sua Pedro Paulo, você nunca deixou eu trabalhar fora, fazer uma faculdade, quando eu fazia regime e ficava gostosa você me engravidava logo, com medo que outro o fizesse.
-Você está sonhando.
-Não isto é um pesadelo. Quando nos fizemos o oitavo filho você disse que, antes que eu ficasse novamente uma baranga, ia aproveitar a oportunidade, desconfiando que outro aventureiro pudesse cobiçar este tesouro. Eu chorei muito Pedro Paulo. Muito!
-Martha Helena aquilo foi uma brincadeira...



-Brincadeira? Pois sim, mas não esqueço. Você sabe que eu sofro deste maldito efeito sanfona e sempre que a sanfona fica fechada, meu corpo gostosinho lá vem você com esta
perfuradora de procriação para me embuchar.
-Martha Helena é que seu corpo tem dois estados bem distintos, e sempre que você quer: ou fica imensa ou gostosa e sarada.
-E você só gosta de carne de primeira, não é seu oportunista? Só de céu azul, mar calmo, sem tempestade. Olha Pedro Paulo eu tenho uma tristeza dentro de mim muito grande. Pois,sou  o tipo da mulher que quando não estou triste, estou grávida!
-Martha Helena eu sinto esta sua amargura. Apesar de lhe dar tudo, seus olhos denunciam que você não gosta de mim. É uma ingratidão, pois você tem tudo: um televisor de plasma de oitenta polegadas, todos os aparelhos eletrodomésticos de primeira linha, nosso colchão foi feito sob medida, suas panelas são todas de teflon...
-Enfia as panelas de teflon no seu traseiro Pedro Paulo.
-Vai ser difícil, mas posso tentar.


-Engraçadinho! Eu preciso é de um homem que me ame e valorize seja da forma que eu estiver gorda e imensa, magra e gostosa, você não vê meu interior. Eu sou uma mulher frustrada, cheia de filhos e...
-Está bem, Martha Helena, eu já sabia que você me detestava. Mas quando eu morrer, você vai me dar valor e,então vai me visitar arrependida.
-Eu lhe visitar? Pedro Paulo, você sabe que eu não entro em cemitério.
-Eu sei disto, mas você vai me visitar,eu garanto!
-Pois sim. Cemitério? Nunca!
- Vai visitar sim, mesmo contra a sua vontade. Pois, sabendo que você não entra em cemitério, quando eu morrer Martha Helena meu corpo vai ser cremado e as cinzas jogadas no chão daquele shopping Center, no qual você passa o dia todo gastando meu dinheiro.
-Oba, então vou sempre de salto alto...



E-MAILS RECEBIDOS,OS QUAIS PASSAMOS A RESPONDER. QUE SACO!!!



DESIDRATADA DA PAULICÉIA, SÃO PAULO, CAPITAL.

Sr. levo ao seu conhecimento que aqui na minha casa não entra água há mais de seis meses com esta seca que se abateu sobre nós.
E aí no Rio de janeiro?


MINHA QUERIDA DESIDRATADA.

Aí não entra água há seis meses e, aqui na minha casa no Rio de Janeiro, nestes últimos tempos, entrou sim, entrou muita água e ladrão pra cassete!
Quer trocar?
   

ADELINA DE JUIZ DE FORA, MINAS GERAIS.

Tamburro, dava para você fazer uma postagem romântica ou invés deste humor idiota que só você acha graça? 
Você poderia elaborar um belo texto elogiando e falando sobre o meu pãozinho de queijo adorado que é coisa mais gostosa do mundo, o meu Ariovaldo?
Olha ele aí!

E que tal colocar umas fotos dos seus namoros?  
Grato.

ADELINA,

Só elogio aquilo que eu como! E quanto as fotos...
Se é que me fiz entender.
Abração carioca.

 JUAREZ PINTO, TERESINA, PIAUI.

Caríssimo blogueiro,

Minha mulher está me traindo aberta e desavergonhadamente com o meu melhor amigo o Dulcidio Perobão.
Desculpe perguntar, mas estou tão sem noção que, gostaria de saber se já aconteceu isso com você.


JUAREZ PINTO.

Felizmente não! Mas devo lhe lembrar que entre um pinto e um perobão, a opção da sua “senhoura” não deve ter sido muito difícil.


LUIZA CONFUNDIDA DE ALMEIDA, BANGÚ, RIO DE JANEIRO.

Oi Paulão,

Sei que você é uma pessoa discreta e não gosta de fofocas, mas preciso desabafar: Minha família tá uma zona completa, pois o coroa do meu tio ta saindo com a filha da minha tia que, por sua vez ta ficando com o irmão da minha prima e, meu primo está apaixonado pelo pai da minha cunhada. Meus dois primos estão vivendo juntos, minha irmã apaixonada pela vizinha e o pior é que, meu marido perguntou se eu topava ir a uma noite de queijos,vinhos e ménage à trois, na casa de um amigo dele.
Paulão, pelo queijo e vinho tudo bem, mas, esse tal de ménage à trois, sei não! Tenho dúvidas.
Um conselho, por favor.


LUIZA CONFUNDIDA.

Dúvidas?
Sua família deve parar imediatamente de ver as novelas das seis, sete, oito, nove e o escambal.
Inclusive estes BBB’S da vida.
Isso tem cura!



CRIANÇA FALA A VERDADE!



-Pera, uva ou maçã?- perguntou meio encabulada a menininha da casa em frente. 
-Damasco – respondeu Paulinho mordendo o lábio inferior e cheio de água na boca. 
-Mamãe o Paulinho não sabe brincar - gritava a menina. 
 A mãe dela então, chegou à porta de casa e com elegância e suavidade inquiriu o Paulinho, amigo da sua filha pra todas as horas.
 - Damasco por quê? 


Paulinho baixou a cabeça, fez caras e bocas, pois estava muito ofegante e envergonhado. Mais ofegante do que envergonhado. Seu rosto parecia um tomate. 
Ele sentia um calor pelo corpo que o deixava sem jeito. Vontade de entrar num cubo de gelo. 
Sentado feito um pequenino Buda na calçada, as suas trêmulas mãozinhas comprimiam-se entre as pernas empurrando o pequeno, porém inevitável problema - que não obedecia mais seus pensamentos de censura – para baixo. E não estava com vontade de fazer xixi.
 -Fala Paulinho! Foi mais incisiva a mãe da menininha chorona. Paulinho levantou a única cabeça que ainda o obedecia. A que poderia ser exposta para uma degola inevitável. Enxugou com o lado de fora das mãos, esfregando no nariz uma pequena quantidade de ranho que descia de forma inoportuna. Pensara em oferecer logo sua orelha para o merecido puxão. 



Aos oito anos de idade ali estava o seu maior e desconfortável desafio. Jamais pensou que tão cedo haveria de deparar-se com situação tão constrangedora. Não tinha nada que falar damasco. Aquilo não fazia parte da brincadeira. Ele tinha estragado tudo! 
- Desculpe, eu não deveria ter falado a verdade. Tinha que continuar brincando como fazem todas as crianças da minha idade.Eu gosto muito de brincar com sua filha... Falava Paulinho entre alguns soluços quando foi interrompido pela mãe compreensiva da menininha chorona. 
-Hei Paulinho. Também não vamos exagerar. Apenas foi um mal entendido.Você aos invés de escolher pera, uva ou maçã, falou damasco. Não tem mal algum. Todo mundo se atrapalha... 
-Não me atrapalhei não, interrompe o Paulinho. 
-Como assim?- indagou curiosa a mãe da menina chorona. 
-Falei a verdade,pois eu ouvi a conversa do meu pai, com a senhora.
-Que conversa. Paulinho? 
-Eu não quis escutar, foi sem querer.
-Que conversa?  Fala logo meu filho. Sou toda ouvidos!



-Ontem a senhora não estava conversando com o meu pai, debruçada no muro do nosso quintal? 
-Sim, Paulinho. E daí? 
-Pois, é. A senhora não disse para ele que o seu nome significa damasco? 
-Disse, meu nome Damascena, ,quer dizer damasco...
-Então, depois que eu soube, não me interesso mais por esta brincadeira que só tem pera,uva ou maçã.Desculpe!




BOTA PRA MAMAR!!!

                                                      


Antigamente eram divulgadas muitas razões para que as mães negassem ao seu rebento e recém chegado filhote, uma série de inverdades como a que dizia que o seio caía, a mulher engordava, o leite dela era aguado e não alimentava nada e era tão pouco que, o miudinho ficava irritado e abandonava o seio.
A industria de leite em pó,agradecia!



Diziam até que o colostro,um fluído amarelado e espesso que é produzido nos primeiros quatro a sete dias pós- parto,não deveria ser dado ao bebê por ser inócuo, venenoso,um monte de bobagens e hoje, sabe-se que, é fundamental, para a formação imunológica do recém-nascido!
 Portanto,bota o cara para mamar, pois o leite materno é de fácil digestão, imuniza a criança contra uma série de doenças infecciosas, cientificamente comprovadas,melhora a articulação das estruturas responsáveis pela fala,e principalmente cria uma relação de imprescindível de carinho , amor e segurança com a mãezona provedora.



A mãe que bota pra mamar reduz a incidência de câncer nos seios, doenças cardiovasculares, terão muito menos problemas ósseos como a osteoporose, irá diminuir o tempo para que o útero e os seios,voltem ao tamanho normal, emagrecem mais rápido porque o corpo queima muito mais calorias quando produz leite.e a mulher perde até quinhentos gramas por mês.
Enfim, só traz vantagem para um e o outro.  Sem falar nos olhos agradecidos e pidão do companheiro!

No entanto se seu companheiro chegar da rua com aquela boca cheirando a álcool e cebola ao vinagrete, nem pense duas vezes em expulsá-lo, pelo menos nos seis primeiros, de perto dos seus seios.
Já pensou este cara fazer uso da mesma fonte de vida para fins outros e a seguir o bebê ter que encarar aquele bico contaminado?
Então, você notará que o bebê deixará de mamar e naturalmente, ansiosa irá procurar o médico, mas lembre-se que, ele não deixou de gostar de mamar e sim, foi expulso pelo ato irresponsável do seu companheiro.
Outra coisa, tem homens que ficam com ciuminho e querem também leitinho e, até pedem para comer uns biscoitinhos, como tira gosto.
Tira este cara daí.

Se ele disser que vai dar queixa no Procom , sob o pretexto que você estaria sonegando um produto que ele quer, fique tranquila, pois, a prioridade é do bebê e o juiz ainda é bem capaz de mandar que ele mame  coisas menos publicáveis.
Mas no entanto, àquelas mães muito zelosas e exageradas que, mesmo depois daquele antigo bebezinho já ter completado cinco anos de idade e, ainda estar acomodado ao seio bom querendo continuar a mamar, ela caia na real.
Por questões contratuais e jurídicas em plena vigência,o seu companheiro terá todo o direito de exigir que você se decida entre aquele marmanjo e já dentuço ou ele.
Caso contrário, poderão vir mais uma enxurrada de embargos infringentes e ninguém aguenta mais isso!






SERÁ CARNAVAL PARA TODO MUNDO.

                           




O carnaval é considerado uma das festas populares mais animadas e representativas do mundo. Tem sua origem no entrudo português, onde, no passado, as pessoas jogavam uma nas outras, água, ovos e farinha. O entrudo acontecia num período anterior a quaresma e, portanto, tinha um significado ligado à liberdade.


Este sentido permanece até os dias de hoje no Carnaval. Neste período mágico deverá sempre, ser de alegria, descontração, congraçamento, humor na rua e nos corações, todos devem ter em mente que, também será carnaval para o Corpo de Bombeiros.


Portanto, não incendeie nada, a não ser com o seu amor e vontade de curtir e, se houver queimaduras que, sejam leves e só as do sol,e o calor no seu corpo, será admitido apenas, o do entusiasmo que irá esquentar seu ânimo.
E nas praias afogue-se, sim, mas na liberdade de alguns dias livres!
Será carnaval para o pessoal da saúde. 

Se beber demais, além de não dirigir vá para casa rapidinho, pois, aturar bebum,manguaça,gente embriagado é um saco! Só as mamães muito dedicadas aguentam ou aquelas suas companheiras abnegadas e você mulher que, atualmente, anda virando o copo direto, saiba que uma mulher embriagada, fica horrorosa. Não combina. Entendeu?
Afinal, os caras já ganham mal, terão que ficar de plantão e à disposição de todos nós, então, vamos combinar? Deixe que eles durmam o sono merecido de momo, sem nenhum trabalho. E aqui vale o ditado: Malandro é malandro, Mané é Mané!
Será carnaval também para todos os responsáveis pela segurança pública.

E aqui pra nós , eles tem trabalhado muito,afinal todos os dias tem sido ocupados por manifestações, passeatas e o escambau.E parece que vem muito mais por aí.
Se você sair de casa apenas para brincar, eles agradecerão. Quando estiver afim de se atracar que, seja com o seu amor,pega ela,ela te pega, vocês se amassam todo.Coisa bonita de se ver.Isso sim, é uma briga do bem!
Bem se todo mundo entender o “espírito da coisa” então a beleza do carnaval irá desabar sobre a sua cabeça e você terá as coisas mais lindas para ver e fazer.
Vai querer perder estas oportunidades?



POSSÍVEIS CAUSAS PARA QUE NÃO HAJA UM SEGUNDO ENCONTRO.




É uma queixa generalizada a de que, em geral, só aconteça um encontro único entre os casais, negação absurda de uma segunda chance e que,nega a oportunidade de concretizar-se o esperado sonho do processo da conquista e eterna união até que a morte os separe.
As causas são múltiplas, entre as quais destacamos algumas possíveis que, ambos perderam e as que encontraram, após o malogrado evento:
 Perderam:
- O telefone,
- A hora,
- O tesão.


Encontraram:
-Coisa melhor,

-Ele encontrou um rapaz charmoso, alto e sarado que o enlouqueceu a primeira vista,
-Ela, outra mulher muito  mais encantadora  que, estes homens pé de chinelo,
-O antigo amor,


-Uma pessoa menos chata,
-Com um pé menor,
-Alguém que pense mais em afeto e menos em churrascaria rodízio, pizzaria e congêneres.
-Uma pessoa que escute mais do que fale,
-Quem pague mais do que gaste,
-Seja menos preocupado com a vida alheia,
-Possa dormir fora de casa,
-Não tenha onze filhas de outros relacionamentos, três papagaios e dois cachorros, para cuidar também,


-Um ser adorável e com todos os dentes na boca, inclusive os da frente,
-Outro ser humano que não fique lembrando-se da pobre ex- sogra para ficar xingando o tempo todo,
-Uma cara metade que não tenha mau hálito,
-Que more mais perto e, ainda como bônus , tenha carro,
- Ele agora encontrou outra com menos preconceitos sexuais, tipo: ”Não, nada disso. Aí nãooooooooooooooo”,“se isso vai te aliviar eu deixo, mas por mim tanto faz”,”pode mas, não ponho a mão”,”pára,pára...tá vendo que sujeirada, é sempre a mesma coisa seu egoísta”...,


-Ela encontrou outro que, além de entregar a pizza no domicílio, saiba sugerir as delicias de uma lingüiça calabresa, como excelente tira-gosto,  
-Uma boca mais atraente com lábios carnudos, sem buço e que saiba fazer com ela, algo mais criativo que, não seja só mastigar a comida,

-Uns olhos mais cativantes, daqueles que vivem pedindo sempre mais e carentes,
-Um corpo mais compatível com os padrões vigentes que, além das estrias e celulites- estas bobagens que só as mulheres reparam - tenha aquela abundante preferência nacional empinadíssima,
-Ele conheceu outra mulher que é objetiva e, diz exatamente o que quer,


-Ela encontrou  outro que não estava desempregado há mais de onze anos,
-Ela encontrou, também outro que naquele momento de lhe fazer um elogio “caliente”, no primeiro rala-e-rola,  não a  chamou  como o anterior, de “minha santa “, “oferta gostosa”  e “dizimo do pecado” esquecendo que, ela era evangélica,
-Ele achou uma que não ficava menosprezando seu poderoso instrumental de trabalho, perguntando insistentemente se estava sentindo frio e olhando diretamente para sua parte pudica que muitos conservadores chamam de “indecências” ,


-Ela encontrou um que, diferentemente daquele outro, a valorizou e não quis bancar o engraçadinho ao dizer que, se ela quisesse se suicidar e, desse um tiro no bico do seio para pegar diretamente no coração,pelos estragos provocados pela lei da gravidade no seu corpo, acertaria no joelho.
Daí concluirmos que, na análise destas possíveis causas que impediram um segundo encontro, quem perdeu, na verdade saiu ganhando!




ABANDONADO,SOLITÁRIO MAS, CHEIO DE "AMIGOS".

                     

Aquele sujeito tinha um aspecto soturno,enigmático,triste, destes homens que não dão sorte com mulheres.



Homens assim são insuportáveis, pois apesar de com elas nem sempre ser um paraíso, sem elas, no entanto, você se afunda literalmente, num poço de mau humor crônico. E não adianta procurar médico,pois neste tiro ao alvo, tem que encontrar é a mulher certa.


Está bem, eu concordo que não seja tão fácil assim, mas veja bem: se já fomos capazes de escalar as montanhas do Himalaia, ir a lua, enfrentar vulcões e terremotos, erradicarmos a catapora, curar a tuberculose, inventar a pílula azul que despertou aquilo que andava desabado nos homens, desviar rios, construir represas e alguns até conseguirem ter sogras como amigas, é possível, sim, encontrar a mulher dos nossos sonhos. E se você não for tão exigente, até a dos seus pesadelos!
Se você não consegue conviver com uma mulher, porque dá um pouquinho de problemas, vá trabalhar então, com uma britadeira de arrancar asfalto para ver se não é muito pior, ou num lixão de aterro sanitário em meio a urubus em vôos rasantes, enfim...
O inusitado é que os abandonados, aqueles que resistem a entregarem seus corações a uma verdadeira mulher, no entanto, ficam cheios de amigos. Pasmem,eles os criam do nada!
Eu vou explicar,por exemplo: a pior coisa do mundo é você abrir sua caixa postal do computador e encontrar aquelas centenas de spans. Um homem normal deleta todos eles sem a menor cerimônia.


Já o abandonado, lê um por um e se sente cercado de centenas de “amigos” virtuais.
E quando liga o computador e aparece a mensagem: “Bem vindo” sua emoção é incontrolável e quem sabe uma lágrima não rolará?
Depois dos seus cinco cachorros, os spans são as suas melhores companhias.
O cara que não tem uma mulher para chamar de sua, torna-se um chato, brigão, recalcado, cheio de frustrações e desejos inalcançáveis, seus parentes correm dele, e as mensagens que ele recebe e lê atentamente, são só as de políticos e de publicidades sobre tudo,principalmente no dia do seu aniversário.
Lojas comerciais, nas quais ele tem créditos e prestações que só terminarão em dois mil e quarenta e seis, também são muito atenciosas. E mandam muitos cartões e cartinhas. Dezenas!
Então o pobre diabo abre uma por uma, e até vai novamente às lágrimas de tanta emoção e sincera gratidão.


E assim, vai vivendo, o abandonado, solitário, mas cheio de amigos!
No Natal, espera ansiosamente por todas as mesmas cartas e spans, e mais, a do lixeiro,do cara da água,esgoto, energia elétrica, que são gentilíssimas.
É inacreditável, mas o abominável homem solitário alegra-se até ao ouvir os três apitos do seu microondas avisando que a comida está pronta. Às vezes até finge que não escuta, para que o aparelho insista e o chame por mais três vezes, para ele se sentir,ainda muito mais importante.


Mesmo sem ter nada para comprar vive nas lojas dos shoppings, onde se sente um rei atendido pelos solícitos e “desinteressados vendedores”, e percebe quanto é amado.
Sai sem comprar nada, mas, quando se despede, gosta de falar bem alto o nome do vendedor para dar a impressão que são seus amigos de infância.
Ser chamado compulsivamente de “senhor” pelas meninas do telemarketing, lhe enche de prazer e faz até caras e bocas de ator de novelas mexicanas. Suporta sorridente que, elas fiquem falando, quanto tempo quiserem na tentativa de venderem sua bugigangas e quinquilharias.
Elas é que cansadas, e sem nada venderem, se despedem.
E ele ainda insiste:
- O que mais você quer me vender, minha filha?
Agora, aqui entre nós, não é muito mais difícil viver assim, desta forma tão constrangedora e cruel do que, conviver com uma mulher,com colo,beijos e ternuras?
Afinal, eu em todo estes anos que já vivi, não consigo ver nada na minha vida que seja melhor, mais saudável, me faça sentir mais feliz e principalmente, me cause tantos e extraordinários prazeres do que uma mulher certa.
E quer saber? Até uma errada mesmo!
Fala sério!


VALE-TUDO VIRTUAL.


A internet é o grande momento tecnológico da humanidade contemporânea e, se notabiliza por uma fonte inesgotável de informações, além de ser um instrumento de pesquisa inigualável, pois, responde a tudo, em tempo mínimo.
Porém, entre os críticos e eternos gozadores de plantão, corre à boca pequena que ela foi inventada por um homem muito mentiroso e uma mulher absolutamente, igualzinho a ele.

Estamos então, no terreno fértil, caudaloso e muito bem adubado dos chat, Facebook e o escambau.
E foi exatamente desta forma que, aquele casal se conheceu.
Eles se esbarraram num destes mágicos momentos virtuais, naqueles sites de relacionamentos à eterna procura da tampa para as suas respectivas panelas. e nossa equipe investigativa, com autorização judicial e as bençãos das bruxas fofoqueiras dos quatro cantos do mundo, agora apresenta os trechos da conversa telefônica deles, no dia seguinte ao esperado encontro, num movimentado shopping.
É literalmente, o after day daquele encontro, tipo: a volta dos que não foram...adiante!
Ela diz, ao atender o telefonema dele:
-Olha, só estou atendendo porque sou muitíssimo educada...
-Educada? É a nona vez que eu telefono hoje e, você nem aí
-E o que você quer? Mentir, ainda mais pra mim? Toma vergonha na cara rapaz!
-E você não mentiu, não,mocinha? Não vi a gostosona que você se intitula. (muitos risos,muitos mesmo)
 -Seu mentiroso, você é quem disse que tinha um metro e oitenta, loiro,olhos azuis da cor do mar, espadudo...
-O quê?
-Espadudo, costas largas, corpo malhado...
-Ah! Entendi outra coisa, o som é parecido... Deixa pra lá.
-Pois é, além destas mentiras falou que tinha vinte e nove anos,era sarado,solteiro,morava em Ipanema,empresário e um monte de outras cretinices.Cara, você é um branquelo ridículo , deve ter no máximo um metro e cinquenta ,já passou dos cinqüenta anos,é um cifótico.
-O que? Cifótico é a sua...
-Olha, assim vou desligar “seu” boca suja.
-Você ta me ofendendo.
- Que ofendendo Mané. Cifótico é quem tem cifose lombar, na coluna.É o seu caso,pois, você é corcunda. Além de corcunda  é burro.E de lado você parece um S, pois tem um barrigão horrível
 -E você? Você é uma  baranga da pior qualidade e deixou escapar que mora em Raiz da Serra, naquele fim de mundo, e  no chat vivia dizendo que não saía da praia , pois, morava em  Copacabana, estava queimadinha e com marca de biquíni.Então, fiquei louco. Eu disse que daria tudo pra ver sua  marquinha de biquíni e você disse : Quem sabe? Com aquela voz sensual de mulher sexo fone. Lembra? Como pode ter marquinha, sua mentirosa você é mais branquela que manjar, o que, aliás, eu também gosto muito, nada contra, mas não dá pra você  ter marquinha de biquíni.E ainda disse que a marquinha de biquíni era de fio dental.
-Quer saber? Mentiroso é você, seu safado! Perguntei se tinha carro e você disse que tinha uma camionete importada e, quando encontrou comigo desceu de um tremendo ônibus quentão, todo suado, parecia um “cruz credo”!
- Cruz credo? O que é isso?
-Não interessa... Mas, saiba que não é coisa boa. (muitos risos)
-O carro quebrou, foi isso.
-E sua mentira,então apareceu,Disse que íamos fazer um jantar romântico, num lugar inesquecível, à luz de velas e depois de querer segurar nas minhas coisas, ficar me apertando feito um tarado me ofereceu um hambúrguer básico, num fast food de carrocinha de rua,seu desgraçado.

-Pra você foi bom demais.Não merecia nem sanduíche de mortadela, sua mal acabada.
-E porque telefonou pra mim, agora?
-Você tem tempo? Tem tempo pra escutar?
-Não, não tenho e quer fazer um favor?  Veja se sua camionete importada já ficou pronta, seu hipercifótico. (risos,muitos risos de deboche).
-Mas, não era só cifótico?
-Era... Mas agora ficou muito pior. Entendeu? Virou hiper!
-Hiper é o cassete, eu sou é espada, predador, pentacampeão mundial,hetero,charmoso, gostosão e muito macho...
-Vai começar tudo de novo, gnomo de jardim? Então fica falando sozinho.
-Alô, alô, alô...