GAROTOS E GAROTAS DE PROGRAMA.


Era uma vez um tempo que, o tempo levou e já faz algum tempo, no qual, garota e garoto de programa eram somente a "moça" e o "moço" - com diriam os paulistas - que interagia com as emissoras de radio e frequentavam auditórios de televisão.
Enfim,hoje,notabilizaram - se, até como "colegas de trabalho".
O grande diferencial da profissional contemporânea do sexo e, suas antepassadas, é que investem pesado na mídia, na edição de livros e revistas, apresentando-se como especialistas do prazer, na sua maioria sabem até falar corretamente, sem aquelas horrorosas tijoladas vernaculares do tipo: ”agente fomos” ou o mais popular: ”pobrema” e, não tem cara de prostitutas.
Como as mulheres do imperador romano César que além de honestas tinham que ter cara de honestas, as garotas e garotos de programa, não são lá estas perolas em matéria de conduta ilibada, no entanto, têm cara de menininhas normalistas e eles caixa de banco. 
Isto não acontecia com a meretriz de ontem, as quais só tinham para oferecer, uma cama e aquela famosa penteadeira com espelho desenhado.
Não faltava, também, recipiente com álcool para a assepsia ardorosa- ardia mesmo!-das genitálias, aquele indefectível rolo de papel higiênico de folhas pardas e grossas sobre a mesinha de cabeceira, além de latinha de vaselina, produtos de beleza da Coty, pó de arroz Royal Bryar, Polvilho anti-séptico Granado, Leite de Colônia, e muitos batons de cores extravagantes.
O freguês - hoje elevado à categoria de cliente - nem tinha ainda deitado e a profissional já determinava:
- Não demora!
Eram em geral profissionais pouco atraentes. 
Hoje, as garotas e garotos de programa, saem das capas de revistas masculinas direto para a cama. Não necessariamente, nesta ordem, mas os tempos mudaram! Manequins, modelos, ex - miss isso, ex-rainha daquilo,mister aquilo outro, deitam, rolam e faturam. Fazem filmes pornográficos, e exibem-se em todos os programas de televisão populares o que lhes dá um glamour, muito diferenciado daquelas antigas colegas que ficavam correndo da policia no meio da rua.

Enfim, hoje ser prostituta ou prostituto é uma festa pois, descobriram que na era da informação, comunicar é faturar. Anunciam em todos os jornais e escrevem livros sobre o que já fizeram, fazem e, ainda irão fazer neste imenso portal da libertinagem humana.

Algumas delas tornaram-se até consultoras sentimentais, pois seus livros são autênticos decálogos para salvar os casamentos, incrementar relacionamento, e descobrirem, definitivamente o conceito de ponto G, ou seja:Ponto G de grana!
Nisso também houve um grande avanço, pois estas são as modernas doenças venéreas da informática. Muito interessante é destacar que a criatividade e tecnologia japonesa, transformaram, até inocentes e singelos desenhos animados em inesgotável fonte de prazer: os famosos hentai. 
Nem dá para ter saudade da gata borralheira e chapeuzinho vermelho, porque, elas também se adaptaram a estes desempenhos menos simplórios, românticos e inocentes. Apesar do amplo mercado de garotas e garotos de programa a equipe de pesquisa não conseguiu ver nenhum filme pornô do Tom&jerry. Talvez em respeito a uma velha amizade eles tenham decidido não aceitar, comer um ao outro.
Aliás, esta é uma atitude respeitosa que deveria ser seguida pelo Batman & Robin.
O mais hilário de tudo é aquela rigorosa proibição para se ter acesso a estes conteúdos: “Se você tem menos de 18 anos fica expressamente, proibido o acesso a estas páginas”.
Hipocrisia do cacete!Realmente então, nenhum menor vai acessar!Poupem-nos.
No entanto, esta evolução foi tão rápida que ainda não foi assimilada por todos, e episódios como o daquele cidadão que chegou ao Rio de Janeiro vindo do interior de Minas com seu velho carro de estimação, e caiu direto nas paginas de classificados, onde se lia:

“Abertolina, honesta, altamente profissional, sabe o que faz para quem gosta que faça. Trabalha com todos os acessórios nacionais, importados e paraguaios”.
Imediatamente telefonou:
-Alô, é da parte da Sra. Abertolina?

-É ela mesma. Em que posso servi-lo.
- Ce tá boa?
-Boa e cheirosinha...
-Dona Abertolina, cheguei de carro, de uma viagem lá das bandas do interior das minas gerais e tô precisando de uns "trem" aí da senhora...
-Entendi está precisando de um relax, uma lanternagem...
-Também, mas principalmente, de alguns acessórios.
-Procurou a pessoa certa, trabalho com todos deles. O senhor é hetero, homo, bi  ou flex?
-Sou Galo, desde criancinha e detesto o Cruzeiro! Time é o meu galo! Sou atletico mineiro sim!
-Adoro isto. Você deve ter um tremendo peixão! (risos)
- Peixe não, uai, sou é Galo. Peixe é o pessoal do Santos. Sô minerin, Atlético! (mais risos)
-Tá, mais isto é detalhe, quer uma correia?
-Não correia não...
-Então alguma coisa por trás?
-Não atrás, não afetou, está tudo bem...
-Quer marcar uma sauna, uma ducha?
-Não senhora, o carro tá bem lavadinho...
-Ô galo, dá para ser mais explícito, meu filho eu estou trabalhando.
-Desculpe estar tomando seu tempo, vê se a senhora têm aí o farol direito, a lanterna esquerda e o retrovisor interno do Opala 83...
-O que??? - a garota de programa bateu o telefone e do outro lado o mineiro estranhava:
-Uai, que muiê disintendida sô!

8 comentários:

ania disse...

Texto perfeito, além de abordar com maestria o tema escolhido, o final me fez cair na gargalhada! Sempre é muito prazeroso te ler, parabéns Paulo por tanta inspiração e talento! abraços, ania..

PAULO TAMBURRO. disse...

ANIA,

nada como um final feliz, concorda? E fico muito satisfeito quando consigo ,ainda , tirar gargalhada de pessoas como você apesar da situação geral, estar igualzinha a um verdadeiro circo dos horrores!

Obrigado Ania!

Um abração carioca.

Denise Carreiro disse...

É o progresso! Esse setor não poderia ficar de fora. São vários sites oferecendo os mais diversos serviços. Coisa de louco!

PAULO TAMBURRO. disse...


DENISE CARREIRO,

pois é, teria que ser assim? Bem...

O importante é termos consciência das mudanças!

Um abração carioca.

Helena G.S.R disse...

Com uma propaganda tão interessante, Abertolina deixou mesmo a desejar ao nosso amigo. ;)


Beijos, Paulo!
Blog: *** Caos ***

PAULO TAMBURRO. disse...


Pois é HELENA,

tem mulher que é cega kkk!

Um abração carioca.

Maré Viva disse...

Oi Paulo, levei quase dois meses a chegar...também não esqueça que tive de atravessar um oceano! Estou tentando fazer um pouquinho de humor, mas peço desculpa, por só agora cumprir a prometa de uma visita. Acredita, atravessei uma fase menos boa, mas já cheguei ao lado de cá!.
Gostei de ler seu texto. Bem construído, muito elucidativo e imbuído daquele humor que afinal é seu apanágio. As coisas evoluíram e neste sector nem outra coisa seria de esperar...só o "nosso amigo" de Minas parece ter perdido o comboio!
Beijos.

PAULO TAMBURRO. disse...

MARÉ VIVA,

NÃO HAVERÁ OCEANO QUE NOS SEPARE E OBRIGADO PELA SUA PRESENÇA POR AQUI!

UM ABRAÇÃO CARIOCA