COISAS QUE OS HOMENS PEDIRIAM SE FICASSEM GRÁVIDOS.




-Doutor, marque uma cesariana para depois do jogo do meu time.
-Mulher, minha querida, preciso alimentar bem nosso filho. Dá para você fazer feijoada no sábado, angu a baiana no domingo, rabada com agrião na segunda, bacalhau com coco e mamão verde na terça, vatapá na quarta, baião de dois na quinta, leitoa pururuca com pirão de batata-doce na sexta e durante a semana manter a
geladeira entupida de cerveja?
-Teria “desejos” irrefreáveis de transar com todas as mulheres do mundo e que ninguém se opusesse as suas intenções para não por fim a sua sofrida gestação.
-Pediria ao ginecologista-obstetra para fazer uma cesariana logo no primeiro mês de gravidez, pois, afinal, aguentar aquilo nove meses só se ele fosse mulher mesmo.
-Exigir que a sua companheira durante aquele período dramático do mês de gestação não lhe negasse nenhum pedido de opção diversificada de formas incrementadas de fazer sexo, sob risco dele perder por desgosto e depressão o bebê. No popular:Sexo anal.
-Comunicar a sogra que ela se abstivesse de continuar a frequentar a casa dele durante aquele mês de gestação, pois ele leu na Revista “Mãe feliz” que o rebento pode se assustar com voz de bruxa pela casa.
-Ao invés de só ir para a maternidade quando arrebentasse a bolsa iria uns dez dias antes para lá, inclusive porque queria conhecer melhor e mais profundamente – principalmente, muito mais profundamente,mesmo!- a equipe de enfermeiras do hospital.
-Pediria além dos seis meses regulamentares de ausência ao trabalho, mais seis anos ao patrão, até que tivesse a certeza que seu filho já pudesse andar com as suas próprias pernas.
-Durante aquele tenebroso, indescritível e apavorante sofrimento de um mês de gestação que a sua amada companheira o abastecesse todas as noites com generosas porções de pipoca, amendoim sem casca, castanha do caju e tira- gostos variados como filézinho, aipim frito e pasteizinhos variados de camarão, carne e palmito enquanto, visse televisão.
- Que ainda mais, a sua amadíssima companheira lhe entregasse definitivamente o controle-remoto da televisão e nem sequer ousasse mais pedir de volta.
-Que durante as relações sexuais do casal ela dissesse frases que levantassem sua alto estima para que a gestação não fosse tão cruel, tipo: Você é uma monumentalidade de macho inigualável, nunca senti isso e desta forma durante todo nosso casamento, você vai me matar de tanto prazer seu búfalo no cio maravilhoso garanhão, já tive trinta e dois orgasmos até agora e não para, não para...
E finalmente este grávido acordaria suando frio, com ataques de frescuras generalizadas e, gritando para a companheira:

-Que pesadelo fdp!!!

9 comentários:

PERSEVERÂNÇA disse...

Amado Paulo, a imagem numero 5, é demais, rssss
Super abraço
Nicinha

Paulo Tamburro. disse...

Oi Nicinha,

eu diria que é o melhor do parto!!!

Um abração carioca.

Sonia Sidney disse...

Boa noite Paulo,

Eu costumo dizer que Deus ao criar uma mulher para o homem é para que ela o servisse, lhe desse os filhos, não reclamasse de nada.

Mais ou menos assim> Primeiro ano de casamento> "Querido estou com fome", "Amor, vamos dormir?"

Na gravidez: " Vai rolar um jantar aí?", " Vou dormir, fui..."

Depois com os filhos: "Vou chegar tarde, oh patroa!" " Oh! hoje tem futebol na tv, pode ir ver sua mãe"
" Estou com fome, não tem rango ainda?"

É bem por aí, toda paciência é coisa de mulher.

Eu não tive esse problema pois sou do tempo em que casamento era coisa mais séria: profissional, dona de casa, cozinheira, amante, etc. Fui muito feliz.

Abraço, sonia.

Paulo Tamburro. disse...

Sônia,

alegro-me por você ter sido feliz, mas só espero que, o tempo do verbo, esteja errado, pois tenho absoluta certeza de que você é,feliz.

Um abração carioca.

São disse...

rrrss rrssss rssssss

Já há uma boa amostra quando o homem está com anginas ou coisa assim, imagine-se grávido...

Abraço grande

Paulo Tamburro. disse...

Pois é SÃO,

dor de cabeça na gente já é um suplício insuportável, ,agora imagine um parto e... NORMAL. kkkkkk.

Um abração carioca.

Audrey Andrade disse...

Nossa, há quanto tempo não passo por aqui! Já estava com saudade!

Quanto ao texto... melhor não comentar! (rsrsrs)

Mas o que é essa criança aí em cima, hein?!

Beijocas!

Paulo Tamburro. disse...

AUDREY,

a sutileza é a única forma de surpreender pela inteligência e, cativar pela sabedoria.

E neste seu sutil comentário, relembrei até as dores do parto! kkkkkkkkkkk.

Saudades tenho eu.

Um abração carioca.

Chris Vasconcelos. disse...

haha

Supeeer adorei o texto !
E é bem provável que fosse assim mesmo ! Homem procura tirar bom proveito em todas as situações !
kkkkkkk
Um beijo, Paulo !