EDIÇÃO ESPECIAL :E-MAIL RECEBIDO DE UMA MÃE DESESPERADA.


MÃE- BENTA DE TATUAPÉ-SÃO PAULO,SP.

CARÍSSIMO PAULO,

Estou lhe escrevendo este, porque aquele safado do meu filho e aquele outro ordinário do meu marido,estão fazendo uma maldade comigo, a qual gostaria que tomasse conhecimento: Os dois juntos e conjuntamente juntos e ao mesmo tempo, são dois vagabundos de primeira categoria.
Meu marido nunca trabalhou na vida e só me dá trabalho na cama com aquela boca de alambique. 
Meu filho seguindo o exemplo dele,nunca estudou, nunca trabalhou e só me dá trabalho também de ir buscá-lo na delegacia, dia sim,outro dia, também!
Os dois safados inventaram então que, eu faço milagres.

Inventam que curei muitas pessoas das mais diversas doenças e até seis gatos que nunca miaram e dez cachorros que latiam demais e não deixavam os vizinhos dormirem, bastando que, para isso o pessoal compre uma Mãe -benta que eu mesmo faço e até, desculpe "seu" Paulo, são bem gostosinhas.
Mas é tudo mentira "seu" Paulo. Combinaram isto com as outras pessoas que mentem e,então, cobram consultas quando os "clientes" chegam aqui e dividem tudo entre eles.
Estou envergonhada e não consigo sair desta situação, porque mãe é mãe,vaca é vaca ,e  eu jamais desmamaria meu filho desta forma  o entregando a policia e,também o  meu marido, aquele cachaceiro desocupado,porque até que de vez em quando , sabe "seu " Paulo, o trabalhinho dele à noite na cama, no chão, na relva, no matinho do quintal e até em cima da pia da cozinha, me causa umas coisinhas gostosas.
Ah, sei lá "seu " Paulo, me ajude, estou confusa !

MINHA SOFRIDA MÃE -BENTA DE TATUAPÉ.

Esta minha resposta, poderia ser aquela ou quem sabe aquela outra, mas creia ,estou precisando lhe dizer umas coisinhas que certamente não serão gostosas, ou seja: a verdade. 
Não sou "caríssimo" coisa nenhuma, pois nem consulta eu cobro.Entendido?
Realmente mãe é mãe, vaca é vaca, mas você está sendo tratada como a segunda, pois ambos só querem mamar o leite de suas tetas o que é vergonhoso e inadmissível, prezada, Mãe Benta.
Afinal, você  que se deixa passar pela milagrosa do Tatuapé , antes de mais nada é merecedora  de levar um pé bem no seu tatu. Sinceramente!
Tome cuidado,pois se eles a transformaram em Mãe- benta, podem querer agora que, todo mundo a coma, embalando você e a colocando numa caixinha e vendendo como aquele delicioso bombom,toda recheadinha de marshmallow.


Ou quem sabe, poderão fazer de você um suco bem ralo e transformá-la em água e vendê-la em garrafinhas para os incautos, tipo: Água- benta .Sim, porque,de Mãe-benta para Água-benta seria um pulo.
Eles merecem ir para a cadeia, mas você Mãe- benta,deveria ir com eles e lá a clientela seria imensa, todo mundo preso e misturado, tudo apertadinho, espremidinho,virando geleia de tanto calor.
Eu disse geléia?
Nossa Mãe -benta, você iria parar, certamente dentro dos potes  e no seu próximo e-mail para mim, viria como Mãe- geleia do Tatuapé.
Sendo assim, vou avisando logo que, se for o caso, adoro a de morango.Nossa como tudinho!



9 comentários:

Gracita disse...

Boa tarde Paulo!
O seu senso de humor é fascinante. Uma forma interessante e inusitada de homenagear as mães. Gosto de te ler.
Bom finalzinho de domingo.
Um abraço
Gracita

Nádia Santos disse...

kkkkkkkkkkk.. Ah Paulo essa mãe... fala sério, só tu mesmo pra me fazer dá umas boas risadas. Bjinhos querido.

=> Gritos da alma
=> Meus contos
=> Só quadras

Paulo Tamburro. disse...

OLÁ GRACITA,

eu também estou lendo você e realmente, homenagear as mães de uma maneira alegre e descontraída é tudo que elas merecem.

Um abração carioca.

Paulo Tamburro. disse...

Então NÁDIA,

sorria sempre e eternamente, pois o resto, passa como aquela chuva de verão.

Quer que eu minta?

Um abração carioca.

Stella Tavares disse...

Paulo Tamburro! ADOREI!!!!!! Estava com muita saudade desse humor que prepara a manhã, o dia, a vida!
bjs

Paulo Tamburro. disse...

Oi STELLA,

em que estrela você estava escondida?

Fico feliz em saber que estas palavrinhas que eu junto por aqui,tem esta força toda.

Um abração carioca.

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Paulo,Paulo.....risos...que texto fabuloso.Só um escritor que é bom com as palavras pode fazer tanta coisa boa e ainda dá para dar boas gargalhadas.Excelente.
Beijos!

Paulo Tamburro. disse...

Pois é MARLI,

pensando bem, tanta coisa ruim fazem estes dois com a pobre da Mãe-benta!

Eu fazer tanta coisa é um elogio seu que eu acho que mereço, pois sou incrível , o último livro da prateleira, aquele que não resta a menor dúvida.

Só as maiores. KKKKKKKK

Obrigado, por tudo e um abração carioca.

márcia Valeriolete disse...

Olá Paulo, quanto tempo não venho aqui! Humor como o seu é sempre bem vindo, na medida certa. Passando para uma visitinha! E convidar você para dar uma passadinha no Cantinho da Mami, para um pedacinho de bolo!
Agradeço deste de já sua carinho! Bjinhos no coração! Fique com Deus! Márcia Valéria.
http://cantinhodamami.blogspot.com