PAPO DE SOBRINHO







Tavinho era um menino muito esperto, daqueles que ficava difícil enganar ou esconder alguma coisa.
Tinha resposta prá tudo.
Certo dia, conversando com sua tia e madrinha, resolveu queixar-se de sua mãe, achava que ela estava inventando coisas.

- Dinda, minha mãe tá sem noção!
- Tá, querido?
- Ela é uma tonta!
- Tavinho, você sabe que sua mãe é minha irmã, também, não sabe?
- Claro que sei, né? Mas a sua irmã que também é minha mãe, falou uma coisa de "ingnorante".
- Ignorante, amor.
- É. Isso aí. Ela falou uma coisa que nunca existiu, dinda. Eu sei que não existe.
- E que coisa é essa?
- Ela falou que existe uma tal de mula sem cabeça. Que é coisa do "focore" brasileiro.
- Folclore, é folclore, querido.
- Tá, mas isso não existe, nunca existiu, eu sei. Ela tá sem noção


- Ela contou sobre a lenda da mula sem cabeça?
- Contou que essa mula sem cabeça bota fogo pelo pescoço, bem no lugar onde tinha que ter a cabeça. Quase morri de tanto rir. Sem noção!
- E você não acreditou?
- Dinda, que isso? Tá sem noção, também? Agora é que eu morro de rir!
- Que mais ela disse?
- Que a mula, se o filho não obedecer a mãe, faz ele virar monstro.
- Pera aí, vamos organizar, ela disse que o filho, quando desobedece aos pais, a mula o transforma em um monstro?
- Foi isso que eu falei! Não entendeu? Se liga, dinda!
- Tá, vou ficar ligada. Que mais sua mãe disse?
- Dinda! Não existe mula sem cabeça!
- Não?
- Não, mesmo! Quem não tem cabeça, dinda, é a galinha.



- Como é que é? Galinha tem, sim, cabeça, com olhinhos, biquinho e tem penas.
- Até você, Dinda, tá querendo me enganar? Galinha é branquinha, sem pena nenhuma e sem cabeça, sim senhora! Eu vi, eu vejo!
- Tavinho, onde você viu galinha sem cabeça?
- No mercado, ué! E onde é que tem galinha? No mercado!
- Querido, você tá fazendo uma confusão danada.
- Tô nada, não sou bobo, não.
- Amor, essa galinha que sua mãe compra no supermercado é congelada. Mas ela tem cabeça, vem em um saquinho à parte.
- A cabeça dela vem fora do pescoço?
- Vem.
- Então ela não tem cabeça!
- Querido, deixa eu te explicar.
- Não precisa, já entendi, a mula sem cabeça, pode. E eu nunca vi. A galinha que eu vejo sempre, não tem. E pronto!
- Mas, Tavinho...
- Dinda, você é chata e tonta igual a minha mãe que é sua irmã.
- Escuta, meu amor...
- Não sou "indiota", não
- É idiota.

- Não foi o que eu disse? Você tá muito atrapalhada, dinda.

Deu por terminada a conversa e saiu, com o narizinho empinado. Eram duas tontas, as irmãs.
Preferiu brincar com seu cachorrinho, com cabeça, mas sem invencionices.



20 comentários:

Cristina Almeida disse...

Coisas de criança...
Esse aí é muito turrão! rsrsrs...
Gostei do texto, deu asas a minha imaginação!
Paulo, vim agradecer a sua visita e comentário no meu blog.
Sei que ando sumida, mas tenho andado com pouco tempo,e quase não tenho postado no blog, hoje fui lá postar uma poesia e li teu comentário.Fiquei feliz, viu?
Vim te desejar tudo de bom, neste ano que se inicia e que nós, tenhamos muita inspiração para o próximo!
Saúde, Amor e Paz pra vc
Gracias por tu amistad
Besos

Cristina

Dani Cristina disse...

Totalmente coisa de criança teimosa. :)rs
Paulo;desejos de um ótimo 2014 pra vc.
Obrigadão por deixar-me uma mensagem recente no blog também.
Um Abraço!!!

PAULO TAMBURRO. disse...

CRISTINA ALMEIDA,

que esta imaginação perdure, pois é ela que nos livra da mesmice da realidade e você como escritora, sabe muito bem disso!

Um feliz tudo e muita saúde,saúde e ...saúde por o resto a gente consegue.

Abração carioca

PAULO TAMBURRO. disse...

DANI CRISTINA,

pois é, e como são emburradas (literalmente) quando querem! (rs)

Um ótimo 2014 pra você também e feliz tudo.

Fique com Deus.

Um abração carioca.

Nanda Assis disse...

.
0000000_000000__00_____000__000000000
00______00______00_____000_______000
00______00______00_____000______000
0000____0000____00_____000_____000
00______00______00_____000____000
00______00______00_____000___000
00______000000__000000_000__00000000

______000_______00_____00_____000000
_____00000______00_____00___000____000
____000_000_____0000___00__000______000
___000___000____00__0__00__000______000
__000_000_000___00___0_00__000______000
_000_______000__00____000___000____000
000_________000_00_____00_____000000

00_____00_____000000___000_________000___000000
00_____00___000____000__00_________00__000____000
0000___00__000______000__00_______00__000______000
00__0__00__000______000___00_____00___000______000
00___0_00__000______000____00___00____000______000
00____000___000____000______00_00______000____000
00_____00_____000000_________000_________00000

.
Felizzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
_000000_____00000_______000_______000
00____00___0000000_____0000______0000
0_____00__00_____00___00_00_____00_00
_____00___00_____00______00____00__00
____00____00_____00______00___0000000
___00_____00_____00______00________00
__00______00_____00______00________00
00000000___0000000_______00________00
____________________0|0__________________
____________________0|0__________________
____________________0|0__________________
_______000_______________________000_____
________00_______________________00______
_________00_____________________00_______
__________00___________________00________
____________00_______________00__________
______________000000000000000____________
________________00000000000______________

PAULO TAMBURRO. disse...

NANDA ASSIS,

que 2014 grande você mandou para mim!

Muito legal,mesmo!

Igualmente também NANDA, e um feliz tudo para você e muita saúde.

Abração carioca

Gracita disse...

Olá Paulo
Um Ano Novo vai começar.
Serão 365 dias com novas oportunidades.
Então ouse... mude... estabeleça metas... mas não faça promessas!
Viva intensamente cada dia!
Escreva uma nova história...
E nela eternize somente os bons momentos...
aqueles repletos de felicidade.
Se as lágrimas vierem turvar seus olhos
receba-as como uma bênção purificadora.
Que a paz e o amor reinem absolutos em sua vida.
Seja muito feliz em 2014!!!!!!!

Beijos com meu carinho e minha sincera amizade
Gracita

PAULO TAMBURRO. disse...

OI GRACITA,

grato por tudo, pela atenção e generosidade com as quais interage comigo.

Muito grato mesmo e feliz tudo pra você.

Principalmente, saúde, pois o resto a gente consegue!

Um abreação carioca.

Sutilzeas e Amenidades disse...

Um 2014 repleto de coisas boas!!
Abraço Paulo.

PAULO TAMBURRO. disse...

Olá SUTILEZAS E AMENIDADES.

que bela postagem a sua "Dois mil e treze".

Gostei, pois atitude é a palavra de ordem!

Feliz tudo, e muita saúde.

Um abração carioca.

Leo Natura disse...

Oi!
Tô passando pra desejar um feliz 2014!
Até mais!

PAULO TAMBURRO. disse...

LEO,

pra você também!

Abreação carioca.

nelma ladeira disse...

Paulo:Que a chuva da paz, esperança, felicidade e amor caiam ao seu redor, façam brotar somente a prosperidade de um novo ano.E que nossa amizade continue em 2014 cada dia mais sólida.Obrigada por sua amizade. Boas festas pra você e sua família.
Feliz Ano Novo!!!

PAULO TAMBURRO. disse...

NELMA,

obrigado você por ter permitido que fossemos amigos virtuais, amizade esta a qual sedimentaremos sempre.

Um feliz tudo pra você em 2014 e principalmente, saúde, pois o resto a gente corre atrás , para chegar na frente, concorda?

Abração carioca.

fus disse...

Maravillosa fantasìa. Enhorabuena

Feliz año 2014.

un abrazo

fus

Cidinha disse...

Olá, Paulo. Quero desejar um 20014 de grandes realizações, paz e muito humor como esse. Adorei amigo! Desculpe a ausência, pois além do tempo, estive com problemas de saúde. Grande abraço e ótima semana!!

PAULO TAMBURRO. disse...

FUS,

gracias,feliz año 2014.

Sinceramente.

Abrazo carioca.

PAULO TAMBURRO. disse...

CIDINHA,

ótimo saber que você está plenamente recuperada e generosa como sempre!

Seja muito bem vinda, Cidinha e nunca mais pense em ausentar-se.

Combinado?(rs)

Um abração carioca e um feliz tudo neste ano de 2014.

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Paulo,seu conto é muito criativo e bom de ler. Quantas crianças,nos dias de hoje, ainda pensam assim, pois só veem as galinhas e outros alimentos no mercado.Ótimo texto. Grande abraço!

PAULO TAMBURRO. disse...

Olá MARLI,

é triste, mas mesmo assim,dá piada!

Concorda?

Um feliz tudo pra você em 2014.

Abração carioca.