TEM MÃE QUE REALMENTE, É CEGA!!!



Entra na sala do delegado daquele município do interior das Minas gerais, uma adolescente de quinze anos,devidamente escoltada por sua mãe.
O delegado então pergunta o que queriam e a mãe dispara sua metralhadora bocal dizendo que, sua filha estava duramente difamada no bairro, com acusações cretinas e imperdoáveis a honra e dignidade daquela sua estimada cria.


E como a mãe, não queria parar de falar o educado e solicito delegado, a interrompeu dando logo as orientações que a senhora e sua filha deveriam tomar, afinal eram medidas que iriam inibir os ataques descabidos àquela menina. Uma lista simples de condutas.
E após algum tempo de instruções técnicas que, mais pareciam bula de antibiótico de amplo espectro,destes que servem para tudo,a mãe da infeliz, não satisfeita,interrompe o delegado e diz:
-Olha doutor, tudo bem,estou muito agradecida mas quero um cala boca imediato para aquele povo imbecil e difamador lá do bairro.
-De uma maneira imediata? Como assim?
-Doutor, queria levar já daqui um atestado de virgindade desta minha querida filha para esfregar na cara de todos eles e ainda vou exigir as devidas indenizações por danos morais de todo mundo - pediu a mãe cujas veias do pescoço, saltavam.
Apesar do delegado tentar explicar sobre a impossibilidade imediata de atendimento em função da impropriedade daquele pedido mãe continuava a falar,falar,falar...
Não se conformava de maneira nenhum , até que para se livrar daquela dor de cabeça agora transferida para ele e que, afinal de contas não tinha comido ninguém e, procurar atendar a uma fila extensa que já se fazia em frente a sua mesa ele disse que iria estudar carinhosamente, uma solução rápida e posteriormente, entraria em contato com aquela mãe aflita e revoltada.
Após declaração de compromisso da autoridade a mãe sentiu-se aliviada e agradeceu.
A filha, durante toda aquela chorumela e protestos maternos , em nenhum momento falou absolutamente nada,comportando-se de forma tranquila.
O delegado então,volta-se para a menina e garante:
-Pode deixar, vou fazer tudo para descobrir os culpados e a verdade- despedindo-se .
Então,ao saírem da sala, a filha rapidamente olha para trás e balbucia para o delegado , como se ela quisesse que ele lesse os seus movimento labiais e passando cariosamente a mão sobre a barriga diz em voz bem baixinha:
-Não faz nada, não. Estou grávida mesmo!-saindo apressada e fazendo aquele clássico coração o que deixou o delegado de olhos arregalados e caindo na gargalhada , depois. 




Poucos dias passados, o delegado recebe o seu substituto, pois havia sido transferido para outra cidade, sem antes instruir o novo policial dizendo:
-Colega, se vier uma aflita mãe procurando pelo atestado de virgindade da filha dela, diga que ela deverá esperar um pouco mais até conseguir o verdadeiro atestado que, será de nascimento,dentro de no máximo, uns oito ou nove meses.
-Como assim? - Tentou compreender o novo titular.
-Depois você vai compreender tudo.Adeus -  E saiu apressado sem olhar para trás e muito menos fazer coraçãozinho com as mãos para o colega. 
Mas, continuava a rir muito!







10 comentários:

Luiz Casi disse...

show brother

PAULO TAMBURRO. disse...

OI LUIZ,

obrigado!

Abração carioca.

Nádia Santos disse...

Paulinho amore, tem mãe que é caso para estudo... tá tudo nas barbas dela e nada dela entender... kkkk
Só tu mesmo. Demais teu texto. Xero meu lindo.

Cynthia Lopes disse...

Aff! Mas isso ainda existe Seu Paulo? Sabia não! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

PAULO TAMBURRO. disse...

NÁDIA SANTOS,

e veja bem, mão que tem barbas,já fica muito complicado.

Concorda?

Um abração carioca.

PAULO TAMBURRO. disse...

Olá CYNTHIA,

quer dizer, bem...ou seja, pensando bem Cynthia, eu acho que...bem depende, na verdade...(rs)

Um abração carioca.

Enide Santos disse...

Já fiz um passeio pelos blogs e vim deixar um xero!! Bejinhos!!

PAULO TAMBURRO. disse...

ENIDE,

passeio ou rolezinho?

Tá na moda!

Abração carioca e mais xeros, muitos!!!

lady viana disse...

Paulo, muito bom o texto, mas acho que ela sofria mesmo era de cegueira crônica, risos. Mas de fato ainda existem mães que pensam que só os filhos dos vizinhos têm defeitos. Olha, conheço muitas assim...
Abraço carioca, lady viana

PAULO TAMBURRO. disse...

LADY,

não tenha a menor dúvida kkkk

Abração carioca.