A MULHER QUEBRA-PEDRA!



                                             
Com certeza você já ouviu falar desta plantinha, a famosa erva quebra-pedra, que em geral sai das juntas dos pisos e paredes e rompendo com facilidade a dureza dos muros de cimentos e até das rochas.
É muito conhecida, e seu chá é tomado para destruir pedras ou cálculos renais com eficiência comprovada.
Na vez que eu precisei tomar (tomar não, beber: assim fica melhor), unia o útil ao agradável e com o chazinho milagroso bebia umas cervejinhas geladas e muito diuréticas, também.Mas,sem exagero!


Naquele tempo, lembro que vivia sempre meio embriagado, mas depois de uns três dias, não senti mais nada e não tenho como negar que foi a quebra-pedra que funcionou.
Ou terá sido a cervejinha? Deixa prá lá.
 Mas vejamos o que se passava com Lindolfo Apucarana, que especificamente não tinha pedras nos rins, mas era o tipo do cara que parecia que sua vida se resumia em enaltecer e tão somente, o tamanho e as maravilhas de seu instrumental fálico por ele sempre, exageradamente, qualificado como uma das verdadeiras maravilhas do mundo.


Cecília, sua eterna amante, ficante e o escambau vivia muito irritada com as bazófias libidinosas do garanhão que ela até achava bom de cama, mas na verdade não estava lá com essa bola toda, pois, era metido prá cassete! Sem nenhuma analogia!
E naquele dia Cecília resolveu mostrar também suas armas e baixar a bola do fanfarrão Lindolfo Apucarana.
- Vou querer ver hoje se este monumento, como você mesmo diz, verdadeiro obelisco do prazer, na sua “humilde” concepção, vai dar conta mesmo do recado - instigou Cecília estufando o peitão, empinando aquelas nádegas desejadíssimas e fazendo caras e bocas de tarada devassa e fatídica!
- Vem mesmo, mulher, ta vendo como já estou preparado? Olha aqui,verdadeira viga de concreto armado indestrutível. Eu acho "ele" tão formidável que se eu pudesse fazia sexo comigo mesmo- entre boas gargalhadas, cantou de galo o machão da Cecília com a respiração ofegante e abrindo as narinas como um búfalo no cio
-Isso mesmo, assim que eu gosto e vamos à festa!- Cecília, aceitou o desafio.

E naquele dia, Cecília, tinha resolvido a acabar com aquelas fanfarronices do Lindolfo Apucarana e exigiu mais dele do que piloto de Formula Um quando não quer perder a primeira colocação e atocha o pé no acelerador do carro de verdade!
Só de preliminares ela provocou tanto tempo que nem parecia que haveria mais o jogo principal e mesmo assim, ainda escutava as provocações costumeiras daquele soberbo do machão:
-Isso, ta vendo com “ele” está? Uma verdadeira rocha, e  nem as brocas de perfuração de poço de petróleo são mais eficientes.Nossa eu nem acredito que tenho mesmo isso tudo!
Depois de horas de intensas preliminares veio a tal da primeira, e para a tal da segunda, Cecília nem deu tempo do inigualável poderoso poder respirar e tome cavalgada,por trás,por cima,na vertical,horizontal, obliqua,paralela,transversal, exigindo verdadeira função de bate-estaca para a performance daquele dito majestoso membro fálico, e ainda mais, de conchinha,de pé, deitado e novamente ela de quatro, de cinco de seis ,de sete,de oito e sabe-se lá de quanto mais o que!

Finalmente, exausto, sôfrego meio amarelado, muito ofegante e louco para que o mundo terminasse em chuva de água gelada para ele poder se hidratar, Lindolfo Apucarana olha para a sua antiga pirâmide e agora só vê um indesejável monte de entulho.
Cecília, então do alto da sua soberba e provocativas insinuações cutuca o leão, agora e literalmente, quase sem vara:
-Vamos! Só mais um pouquinho , coisa rápida uma horinha e pronto!
Ele com um sorriso canto de boca amarelado,descabelado,
escorrendo suor até pela menina - dos seus olhos,  puxa Cecília para o seu lado e reconhece:
-Ok, desabou a viga de concreto - risos generalizados
E para marcar território, como fazem as fêmeas vitoriosas, ela disse:
-À partir de hoje, pode me chamar de Cecília quebra-pedra.Está vendo como desmoronei o monumento, sua viga de concreto armado, virou pó e este Colosso de Rhodes cansadinho ta ofegante e pedindo para ruir?



Portanto, baixa tua bola, Lindolfo Apucarana,porque o resto já baixou tudo!- mais risos, agora entre tapas e beijos.


                                       

14 comentários:

Nádia Santos disse...

Gostei dessa Cecília quebra-pedra, mulher porreta, de cabelos nas ventas, pq eu detesto homem que se acha e fica contando vantagens...kkkkkk
Bjus seu Paulinho.

lady viana disse...

Ela mostrou como se faz, risos... Muito bom, adorei o texto! lady viana.

PAULO TAMBURRO. disse...

Gostou, né NÁDIA?

Realmente, Cecília desmontou o Colosso! ( rsrsr)

Mas, jura que ela tem cabelos nas ventas?

Não seria bom ela aparar?(rs)

Um abração carioca.

PAULO TAMBURRO. disse...

LADY VIANA,

esta sua frase, lembrou-me aquela outra do Obama:Sim, nós podemos! (rs)

Um abração carioca, amiga virtual.

Ana Bailune disse...

Viu só? Quem mandou ele provocar!

PAULO TAMBURRO. disse...

Pois é ANA,

e aqui cabe bem o ditado que diz ninguém deve cutucar ninguém, com vara curta!!!

Um abração carioca e obrigado Ana pela sua presença.

lady viana disse...

Paulo, agradeço pelo comentário lá no meu blog, respondi tá. Gostaria que lesse a resposta. Sua amiga virtual, risos... Beijo, lady viana.

PAULO TAMBURRO. disse...

ok,

Abração carioca.

São disse...

rrrsss rrsss

Grande Cecília!!

Beijinhos, Paulo

PAULO TAMBURRO. disse...

Olá SÃO,

nada, só tinha 1.48 cm.(rs)

Abração carioca.

Zane Souza disse...

kkkkk pura criatividade.

http://inspiracaoentrelinhas.blogspot.com.br/
Um 2014 repleto de poesia para vc! Bjs!

PAULO TAMBURRO. disse...

ZANE DE SOUZA,

obrigado, afinal poesia bem o ano todo, e se puder ser acompanhada por muito então, serão 365 felizes.

Um abração carioca.

Ritinha disse...

Paulo
Não tem como não vir aqui e deixar de rir de montão!
Vc é bom nisso!
bjs
Ritinha

PAULO TAMBURRO. disse...

Olá RITINHA,

ainda bem que sirvo para alguma coisa. (rs).

Obrigado amiga virtual e um abração carioca.