NOTICIÁRIO INÚTIL.




Está difícil procurar informação diferenciada e que, acrescente alguma coisa, pois, a maioria da mídia, seja rádio, televisão ou jornal acredita que nossos ouvidos sejam pênicos nos quais insistem em nos fornecer noticiários excrementosos ( se a palavra não existe, a criei e quer dizer,abarrotados de excrementos) e se querem alguns exemplos, vamos lá:
“-E da Cinelândia nossa repórter tem informações:
-É verdade, acaba de ser preso um perigoso meliante com duas trouxinhas de maconha e um cachimbo para fumar crack a droga da morte. Prossiga você aí do estúdio.”



Agora, eu pergunto, não seria mais útil que esta repórter fosse lavar uma trouxinha de roupa e o amigão do estúdio enfiasse o cachinho no lugar mais apropriado?
O que eu tenho com isso? O que me acrescenta esta informação? Afinal, em outros lugares, naquele exato momento, milhares de toneladas de maconha devem estar sendo comercializadas e montanhas de pedras de crack já embutidas no cachimbo e prontas para o suicídio, estão sendo vendidas. Me poupem,pô!
E mais essa:
“A policia acaba invadir a comunidade do Pau Marfim em Itaquera, São Paulo e prendeu um traficante chamado João Fumaça e o nonagésimo distrito policial registrou o fato.”



É mesmo? Que ação espetacular!!! Ou seja, prenderam um traficante e alguém tem dúvida que, logo foram nomeados mais cinquenta outros para substituí-los?
E mais essa:
“Atenção, uma mulher aparentando trinta anos teve seu celular roubado, nesta manhã na saída do prédio onde trabalha na Avenida Presidente Wilson no Centro do Rio de Janeiro”
Quer dizer, eles descobriram que uma mulher teve um celular roubado, mas ontem, nas saídas das praias dezenas de banhistas tiveram centenas roubados, naquela mesma manhã ( porque está na moda cada cidadão ter agora três ou quatro celulares) além de suas bolsas, relógios,tendo inclusive, uma menina roubada na sua virgindade, nestas ondas de terror moderno. Que furo de reportagem, incrível esta emissora os proporcionou! 
Ou ainda:
“Menor que matou um sexagenário dentro do ônibus 324 da linha, Tatuapé - Praça da República, pelo motivo fútil do sexagenário não ter se levantado do banco para que ele o menor pudesse sentar, foi preso e conduzido à delegacia e posto em liberdade por ser...  de menor”.
Eu pergunto: Além de parecer que a noticia está errada,quando será a nova passeata na Avenida Paulista que, certamente os menores farão, exigindo prioridade nos bancos dos coletivos? Quantas ONGs apoiarão esta marcha dos menores pelo direito aos bancos nos coletivos e quantos representantes dos direitos humanos estarão lá para defender a classe desprotegida de menores cracudos?
E finalmente:
“-Neste feriadão morreram trezentos e setenta e oito motociclistas e quatrocentos e doze outros, sofreram lesões as mais variadas e como os hospitais estavam superlotados e uma gestante teve que dar a luz dentro da boleia de um caminhão de lixo por falta de leitos”
Ou seja: os idiotas irresponsáveis são tratados nos hospitais e a vida que veio ao mundo, continua sendo lixo.
Juro que, para fugir desta tremenda sacanagem, entrarei de cabeça numa outra sacanagem de verdade e, a partir de agora, só lerei noticiários e resenhas sobre filmes pornográficos e, se alguém tiver algum pode mandar.
Não sejam egoístas, vamos compartilhar.

14 comentários:

sub helena disse...

Paulo, fique tranquilo, a palavra excrementoso existe sim, é um adjetivo relativo ao verbo excrementar. Nossa mas será que existe esse verbo? Hum, existe, sim, ufa, acabei de me certificar! Bom, as notícias que tão realisticamente (essa palavra também existe!) descreveu, de fato nos remete a esse amontoado de escremento, que o jornalísmo brasileiro compartilha conosco todos os dias, sacanagem por sacanagem, é melhor mesmo as notícias e resenhas de filmes pornográficos. Hum, mas que sacanagem, acho que só dá pra vê na Tv a Cabo!
Gostei do texto.
Um abração carioca.

PAULO TAMBURRO. disse...

sub helena,

obrigado pelos esclarecimentos excrementosos (rs) e sua dedicada pesquisa na matéria que poderíamos dizer fecal!!!

Está muito difícil este jornalismo do noticiário brasileiro, até porque são noticias que, no máximo, serviriam para orientar a mãe , o pai e os familiares destes infelizes que são presos por tão pouco dinheiro envolvido, já que os grandes, duvido que ele botem a mão.

Além disto, o que me interessa sinceramente se roubaram um celular de fulana ou sicrana, na saída daqui ou dali?

Meus j´roubaram dois e ninguém noticiou.

Ando mesmo de saco cheio de escutar que "incursões" foram feitas, na comunidade x ou y.Pô é o trabalho deles.

O do bombeiro é apagar fogo, do comerciante vender,da costureira fazer roupas, enfim cada qual no seu pedaço.

Desculpe amiga, está demais este noticiário inútil e irritante.

Um abração carioca.

Ana Bailune disse...

Olá, Paulo. adorei... hehehe...
acho que é porque nós perdemos a capacidade de nos surpreendermos, já que os crimes tornaram-se rotina.
abraços!

PAULO TAMBURRO. disse...

ANA BAILUNE,

é uma explicação aceitável a outra seria a de que, ninguém aguenta mais ouvir estas repetitivas noticias e sempre sobre as mesmas coisas!

Parece que estamos enxugando gelo!!!

Fala sério.

Um abração carioca.

Reflexo d'Alma Fase 2014 disse...

Paulo, eu me sinto uma idiota e burra
todo tempo que essas noticias
circulam.
Mas em fim...
BRAVÍSSIMO
pra você em mais uma
postagem FANTÁSTICA.
Bjins
CatiahoAlc.

PAULO TAMBURRO. disse...

CATIAHOALC,

todos nós nos sentimos!!!

Pelo e-mail precisamos conversar sobre o livro.

Um abração carioca.

Su Simon disse...

Adorei a matéria sobre a importância do noticiário , foi muito bom rir com as postagens na lateral e ainda se deliciar com seus pensamentos, afinal nada como vir aqui pra ficar informada, já que nem perco mais tempo com os noticiários.
Obrigada por este momento de puro riso.

Lane Caroline (: disse...

E, na falta do que transmitir, poderiam transmitir paz, amor, realizações. Porque sofrimento, dor, tragédia, todo mundo tem um pouco todos os dias particularmente. Ninguém quer que os seus sejam somados com terceiras, quartas, quintas pessoas.
De tragédia todo mundo entende.
De amor ao próximo e gratidão, todo mundo anda meio leigo. Por que não ensinar? Por que não transmitir? É um caso a se pensar...

Pérola disse...

Dizem que os jornalistas buscam 'as notícias' que os leitores querem ouvir ou saber, dizem.

Acrescentaria que as 'audiências' ou indicadores são muito importantes pois as empresas são criadas com intuitos comerciais.
A não ser assim, temos o chamado 'serviço público' que dá pano para mangas como se costuma dizer por aqui.

Beijo



PAULO TAMBURRO. disse...

SU SIMON,

eu diria que você não está perdendo absolutamente nada , deixando de ver estes noticiários inúteis, estressantes e repetitivos.

Faço o mesmo.

Um abração carioca

PAULO TAMBURRO. disse...

LANE CAROLINE,

pois é, e já pensou que excelente ideia você acaba de dar se a mídia instituísse horários de noticiários especificamente sobre o amor e a melhor forma de cultivá-los.

Eu não perderia nenhum!

Um abração carioca.

PAULO TAMBURRO. disse...

PÉROLA,

é uma pena saber que audiência só e simplesmente orienta e norteia os objetivos de empresas jornalisticas.

Dá nesta imensa quantidade de porcarias que diariamente nos são impostas.

Um abração carioca.

catarina disse...

r: obrigada pelo comentário, e por seguir o meu blog.
Estou aqui para seguir de volta :)

PAULO TAMBURRO. disse...

CATARINA.

bem vinda , a casa é sua!!!

Um abração carioca.