OS ASSALTOS NOSSOS DE CADA DIA!

                          




Assaltos criativos, ousados e indesejavelmente, espetaculares, tomam conta das cidades.
Já vi um paraplégico ser covardemente, arrancado da sua cadeira de rodas e o ladrão levar como se fosse uma carrocinha de pipoca, em pleno centro da cidade,
em grande velocidade gritando em tom de revolta:
- Vou dar pra minha mãezinha, sua cambada de riquinhos safados, ela também é capenga e vive se arrastando pelo chão. Vire-se, agora, seu bundão perneta!- saindo às gargalhadas.
Que cena dantesca, e ninguém agora, escapa!


Determinada ocasião, entrei numa destas lojas que vendem fechaduras de vinte e oito voltas e três paradinhas, completas ,além de sistemas de segurança altamente complexos e teoricamente, inexpugnáveis.
Um senhor que estava ao meu lado, no balcão, confidenciou-me:
-Mandei colocar um sistema de segurança eletrônico na minha casa, tão perfeito e seguro, que nem o próprio instalador, conseguiu entrar depois, na casa na hora do teste, até lembrar-se de todas as senhas e outros mecanismos. Pois, bem, uma semana depois, os ladrões subiram no meu telhado, tiraram três ou quatro telhas, desceram por uma corda e roubaram todas as jóias da minha mulher. E isto tudo, com uma simples e corda bem vagabunda.
- Levaram tudo - dizia revoltado e descrente assaltado com as novas tecnologias.
Então, para seu consolo disse-lhe que tinha um amigo, também vitima de um estúpido assalto, pois cansado de ver os meliantes pulando os muros e roubando as casas vizinhas, comprou um pitbull e depois mais cinco deixando-os soltos no quintal. Porém, os desgraçados dos assaltantes usaram um carteiro como isca - veja quanta maldade- e, enquanto, o pobre diabo entregador de cartas era mordido pela cachorrada distraindo-se, os ladrões entraram na casa, fazendo a limpeza.

Pobre carteiro. Ficou em situação deplorável, mais hoje está, totalmente, recuperado. 
Só mudou profissão, pois, hoje ...cria pitbull.
Com outro conhecido meu, formado em engenharia de telecomunicações e exímio conhecedor das mais avançadas técnicas de segurança em geral, aconteceu também, algo extraordinário. Ele mandou instalar um sistema de TV na sua residência.
Câmeras espalhadas por todos os cantos possíveis. Sempre que saía deixava o caseiro monitorando aquela parafernália de vídeos que mostravam tudo que era necessário num completo ângulo de trezentos e sessenta graus.
Pois bem, além, de ter sido assaltado, passou por um terrível constrangimento de ainda ser obrigado a ver, na delegacia, toda a gravação, do “assalto-show” com duração, aproximada, de trinta minutos feita exatamente, com seu equipamento com alta definição de cor e imagem, no mais perfeito sistema HD.
Uma cena degradante, pois, num determinado momento do assalto via-se o caseiro sendo obrigado pelos marginais a rebolar com a bunda virada para a câmera no melhor estilo, mulher-melancia dançando funk e remexendo-se na velocidade três.
Havia musica e coreografia quase profissional. E pasmem: os ladrões no final do assalto-show colocaram aquela vinheta da TV Globo, na qual se ouvia;
“A gente se vê por aqui, novamente, plim,plim”.


21 comentários:

Lu Dantas disse...

Só vc mesmo!! rsrs Ah como temos ladrões! Infelizmente! Para todos os gostos, de todas as formas, de qualquer partido ou sem partido também! Ai como nos cansa tudo isso! Mas ainda bem que somos entusiastas e acreditamos no outro. E que o outro vai desejar conquistar, sim, o que nós temos. Mas com seu talento.

Gosto sempre daqui!!

Beijo grande

www.lucadantas.blogspot.com.br

PERSEVERÂNÇA disse...

Dariam muitas horas e tantas outras paginas em nosso teclado se fossemos descrever os "assaltos" que sofremos constantemente. Tem ai um dos piores assaltos que é a "fé" roubada das pessoas, aquela confiança depositada nas urnas na esperança de que tudo vai melhorar, piada né?
Muito inteligente a sua forma de expressar o "assalto"diario da vida.
Grande abraço
Nicinha

PAULO TAMBURRO. disse...

LU DANTAS,

sei que você elogiou meu talento por pura bondade, mas vamos imaginar que esse pessoal não entenda da mesma maneira, então sabe, o meu medo?
É que eles venham para cima de mim roubar-me, também.kkkkkk

Um abração carioca.

PAULO TAMBURRO. disse...

PERSEVERÂNÇA,

concordo com você, pois teríamos que ter vários teclados que a múltiplas mãos digitassem, diuturnamente, estas mazelas que estão por ai.

Um abração carioca , minha fraterna amiga Nicinha.

Jossara Bes disse...

Como se dizia lá na minha terra.."Oh lasqueira"! É muita imaginação para a maldade!Não há tecnologia que nos livre desses "lazarentos"! Só rindo mesmo!
Abraço!

PAULO TAMBURRO. disse...

JOSSARA,

pois é , já pensou esta criatividade e imaginação mórbidas usadas para melhorar a humanidade?

Em uma semana, a vida sobre este planetinha seria um Nirvana, concorda?

Abração carioca.

sub helena disse...

Paulo, gostei do texto, talvez uma das nuances mais vistas dessa assunto, é a falsa segurança que adquirimos ao fazermos uso de tais artifícios anti-roubo, fingimos que estamos seguros, os "bandidos" fingem que estão sobre controle e seguimos nossas vidas, sendo assaltados das mais variadas formas... Por exemplo, o Brasil impõe aos consumidores o segundo maior nível de impostos de vendas e consumo no mundo e o que falar do assunto "Lava jato", "O Caso Petrobrás"? Acho que esses assaltos nossos de cada dia, compõem um lista interminável, infelizmente...Beijo.
Um abração carioca!

PAULO TAMBURRO. disse...

SUB HELENA,

é verdade!

Estamos passando por momentos de raras transformações sociais de conceitos e condutas com visível mal-estar para toda a coletividade.

Um abração carioca.

Feyza Yaren disse...



kadın giyim,uzun elbise,uzun abiye,bayan kıyafet, uzun tunik,elbise,bayan ceket,takı aksesuar,kolye,otantik kolye,uzun etek,sexi iç giyim,babydoll,yüzük,fantezi iç çamaşır,takı,gümüş küpe,uzun tunik,fantezi kıyafetler, bayan gömlek, mini etek,bayan ceket,takı aksesuar,kolye,otantik kolye,etek,uzun tunik,uzun triko,yüzük,fantezi iç giyim,

PAULO TAMBURRO. disse...

FEYZA YAREN,

de pleno acordo!!!

Um abração carioca.

vih disse...

Não sei o que anda acontecendo, tudo anda tão violento... Aqui mesmo na minha cidade já aconteceram uns 3 ou 4 incidentes em uma semana. Acho que não se fazem mais cidadezinhas pacatas como antigamente.
Abração :D

PAULO TAMBURRO. disse...

VIH,

eu tenho absoluta certeza que, não se fazem mais mesmo.

Infelizmente!

Um abração carioca.

Tais Luso disse...

rsssssss, isso tudo mostra que não tem mais jeito! E não acredito em nada, tudo o que vier nessa área é utopia. A não ser que reformem nossas leis.
Abraços!

PAULO TAMBURRO. disse...

TAIS,

uma boa reforma geral com muita creolina e acido muriático, seria o o ideal (rs).

Um abração carioca.

marlene edir severino disse...

Ah, Paulo...

Eu aqui cansada desses assaltos cotidianos que a vida nos tem tem reservado e vens me falar de mais assaltos?

Ainda bem que os teus são risíveis.

Abração pra ti.
Estava com saudade de te ler!

PAULO TAMBURRO. disse...

MARLENE,

ainda bem...kkk

Um abração carioca

PAULO TAMBURRO. disse...

Obrigado a todos.

Um abração carioca.

marlene edir severino disse...

Oi Paulo,

somente para te dizer que tem comentários no alemdoquintal e deve ficar facilitado para deixares o teu.

Não posso prescindir dos teus comentários!

(Caso estejas tentando de celular, talvez seja preciso selecionar tua conta para ativar)

Abração!

Dayse Sene disse...

Não tem tecnologia, que segura ladrão...a criatividade deles, vão além, delas...:(

PAULO TAMBURRO. disse...

MARLENE,

consegui, e peço que me desculpe, por as trapalhadas eram no meu blog mesmo! (rs)

Um abração carioca e aproveite os ventos do outono, primavera, verão, inverno.

No inverno , nem se fala(rs.

PAULO TAMBURRO. disse...

DAYSE SENE,

é verdade , eles ainda ainda usam a tecnologia,contra nós mesmos! (rs)

Um abração carioca e curta este domingão!