OS ÚLTIMOS CORAÇÕES.


À PARTIR DA SEMANA QUE VEM ,TODOS OS BLOGUES TERÃO VIDA INDEPENDENTE E COM AS POSTAGENS TEMÁTICAS DE CADA UM QUE ESPERAMOS, CONTINUEM CONTANDO COM VOCÊS.

QUERIA AGRADECER, SINCERAMENTE A TODOS QUE MANDARAM AS SUAS CONTRIBUIÇÕES.


VALEU!




Meu entendimento foge
indefinidamente,
inexplicavelmente.
Minhas dimensões
extrapolam.
Todos os meus limites,
visíveis e invisíveis,
rompem-se.
Por suas idas e vindas,
sou dominada.
Por suas doces mãos
conheço muitos caminhos,
alguns totalmente verdadeiros,
outros nem tanto.
Uma parte deles,
tanto de mim leva,
e tanto em mim deixa,
Outra parte sucumbe.
Colocas-me asas nos pés,
principiando-me em infinitas cores.
De algumas conheço todas as nuances,
de outras não evito
a pálida tristeza a desbotá-las.
Aquele que ausenta-me
De todos que és
sei que há sempre
um mais especial,
único e fenomenal,
Que eternamente se oporá
à lógica que insisto encontrar.
das veias o sangue,
que infla-me os pulmões silenciosamente,
até tirar-me todos os sentidos,
e inscreve-me no olhar
o lume puro e sobrenatural
da mais perfeita estrela.
Aquele para o qual meu querer é imaculado
e que com ele amalgamado,
conheço o sagrado e o profano
que rebenta fronteiras
e transcende no fundir dos seres
o real e o metafísico
numa só tela multicolorida,
impenetrável
a quem dele não experimenta.
Aquele que transmuta-se em grão
para morrer e germinar,
que existe em si
e coexiste como fruto
em quem o tem.
Que é planta frágil
de frescor e graça inigualáveis,
mas de profundas raízes e frondosidade,
quando bem cuidado.
Que está sujeito aos temporais
inerentes ao simples existir,
mas quando pleno e puro,
despe-se de seus próprios interesses,
desviando-se do mal
que constantemente lhe espreita.
Aquele que é de fato e em verdade
e em sendo, entrega-se incondicionalmente.
Que no constante embate
contra o medo que sonda, sobrevive.
Que não busca perfeição,
posto que a seus próprios mistérios desconhece.
Que é uno enquanto vive em dois,
e desmascara as armadilhas da inveja,
da leviandade e da soberba.
Que desvenda os enigmas que o tempo
e as circunstâncias impõem.
Aquele que é muito mais que sentimento,
que é atitude, e propõe a si mesmo,
a cada instante, um novo gesto de bondade,
de verdade, de espera e tolerância,
face ao correr das estações.
Que é capaz de manter-me
nos olhos e lábios a beleza,
cores e perfumes da primavera.
Aquele que amadurece
com o aprendizado diário,
para tornar-se a seiva
que me corre nas veias,
e sustenta-me
o brilho,
a cor
e a vida.
De todos,
és o amor que preciso.
                                                                Cris Campos

BLOG DA CRIS- A parte e o todo de mim



                                                        MEU AMOR É VOCÊ!



Um amor meu e teu, que classifico como “Grandão”, que mexe com toda a estrutura do meu ser, que faz com que minha respiração mude na saudade que sinto, na saudade que existe intensamente e às vezes acaba fazendo com que o tempo demore a passar.

Esse amor que me dá a sensação de perda, mesmo não tendo sido perdido nada. Esse amor que dá a sensação de ter ganhado pouco, mas ganhamos muito. Pois antes estávamos distantes um do outro, hoje somos dois num amor todo nosso e todo especial.

Às vezes sinto por ser um amor proibido, roubado sem querer de outra pessoa, que não soube descobrir a sua essência, mas esse roubo não é total, só em dias em que o coração pede, o corpo implora, a pele incendeia, fazendo os nossos desejos aflorarem e sabemos que não podemos ficar sem nos tocarmos. Temos consciência de que jamais construiremos nossa felicidade na infelicidade de alguém.

Há então entre nós um amor gostoso, que invade, promete, não cumpre, cumpre, é real, irreal, imoral, insano, profano, sincero, místico, sadio, imperfeito, perfeito e às vezes tão intenso que nos leva a lugares nunca antes visto, sentido ou estado.

Ah! Esse amor delicioso, que nos faz levitar num orgasmo de paixão... Que nos faz únicos, recíprocos na busca e na cumplicidade de nós dois.
Quando estou com você, nada importa.
Ao seu lado dá vontade de segurar o tempo, morrer nos seus braços, no seu abraço, no sentir do seu cheiro, no suor, no sorriso, nas brincadeiras constantes, no olhar maroto de algo que só nós sabemos o sabor que tem.

Ah! Esse amor próximo, porém distante, que sempre que possível nos coloca em situações complicadas, mas onde sempre conseguimos encontrar uma saída.
E por assim ser, gosto de imaginar que você existe e que faz parte do meu mundo, da minha vida, da minha história. Gosto de acreditar que mesmo que não fiquemos juntos no amanhã, poderei gritar ao mundo o quanto me fez feliz, o quanto eu descobri o sabor da felicidade, o quanto soube aproveitar cada segundo juntos.

E digo mais, um amor assim é importante, pois não há cobranças, tudo vem naturalmente. Não há promessas, não há perguntas sem respostas.

Esse amor traduzido é você! Você que invadiu minha vida, minha mente e sem pedir licença se instalou em meu coração. Aos poucos montou uma cabana lá dentro, armou a rede e no balançar da brisa de nossos momentos me fez sentir o sabor da alegria, da existência de sentimentos verdadeiros e não me faz esquecer um só segundo o tudo que já passamos.

Entre nós há paz, há diversão, há afeto, há harmonia, há buscas, há certezas e incertezas de  novos dias juntos, há respeito, horas de conversa saudável onde falamos de nossas vidas, nossos filhos, nossas dificuldades, nossa liberdade.
Sinto apenas não poder estar mais tempo com você, mas a espera é nossa. Tal como a frase que lemos juntos um dia: “Saudade não significa que estamos separados, mas que um dia estivemos juntos”, e que se tornou “nossa”.

Meu amor é você!  

Hoje só você, pois me ensinou a te esperar, me ensinou que mesmo diante das dificuldades,  há um lugar certo para estarmos um nos braços do outro. Ensinou-me a dividir sonhos, a dividir sorrisos, compartilhar a espera, a certeza do encontro e a esperança de muitos outros momentos juntos.

Meu amor é você!

Hoje... Só você.                                             
                                                                             RITINHA
 BLOGUE DA RITINHA-   UMA HISTÓRISA DE AMOR





Eu preciso apenas de um abraço teu,
nesse dia tão especial para mim.
Penso que à minha volta nada muda, compete a nós
todas as mudanças para cada dia sermos
um pouco mais felizes.
Lembre-se, deixe marcas de amor por onde passar
tenha certeza cedo ou tarde colherá os frutos
daquilo , que semeou no longo da sua vida.
Dê amor , carinho, seja fiel às suas amizades
Leve no coração o maior sentimento ,
Aquele que tem o poder de mover o mundo.
A fé e a esperança de um mundo de amor e paz. 
Mesmo que por vezes me sinta mais velho,
esse é o momento de praticar aquilo , que 
Deus traçou para cada um de nós.
                                                                        
                                                            Evanir   

BLOGUES DA EVANIR: A VIAGEM
  http://aviagem1.blogspot.com.br/                         

4 comentários:

Gracita disse...

Oi Paulo
O amor continua florescendo em cada palavra tão manificamente colocada por cada escritora. São pérolas que enchem nossos corações de júbilo. Aplausos por suas escolhas. Parabéns a essas talentosas meninas
Um carinhoso abraço
Gracita

Evanir disse...

Boa Noite Amigo.
Sou grata por ter prestado atenção
nas minhas palavras procuro dentro do possível levar somente amor.
Eu observo com tristeza o desamor existente hoje no mundo.
Tenho encontrado tanta gente
carente de amor .
Fiquei feliz ao ver minha mensagem aqui,
Hoje já postei veja se gostou.
Beijos e carinos , Evanir.

PAULO TAMBURRO. disse...

GRACITA,

eu também as aplaudo e notou que fiou faltando você?

Nunca é tarde!!!

Um abração carioca.

PAULO TAMBURRO. disse...

EVANIR,

é exatamente, contra o desamor que esses corações todos, estão aqui presentes.

Não ficou bonito? Eu adorei!

Um abração carioca.