ABANDONADO,SOLITÁRIO E CHEIO DE "AMIGOS"

                      


Tinha um aspecto soturno, destes homens que não dão sorte com mulheres.
Homens assim são insuportáveis, pois apesar de com elas nem sempre ser um paraíso, sem elas, no entanto, você se afunda literalmente, num poço de mau humor crônico.



 E não adianta procurar médico, tem que acertar é com uma mulher.
 Está bem, eu concordo que não seja tão fácil assim, mas veja bem: se já fomos capazes de escalar as montanhas do Himalaia, ir a lua, enfrentar vulcões e terremotos, erradicarmos catapora, curar a tuberculose, inventar a pílula azul que despertou aquilo que andava desabado, desviar rios, construir represas e alguns até termos sogras como amigas, é possível, sim, encontrar a mulher dos nossos sonhos. 

E se você não for tão exigente, até a dos seus pesadelos.
Se você não consegue conviver com uma mulher, porque dá muito trabalho, vá trabalhar com uma britadeira de arrancar asfalto para ver se não é muito pior, ou num lixão de aterro sanitário em meio a urubus em vôos rasantes, enfim...
O inusitado é que os abandonados, solitários, no entanto, ficam cheios de amigos. Eles os criam do nada!
Eu vou explicar: a pior coisa do mundo é você abrir sua caixa postal no computador e encontrar aquelas centenas de spams. Um homem normal deleta todos eles sem maior cerimônia.
Já o abandonado, lê um por um e se sente cercado de centenas de “amigos” virtuais.


E quando liga o computador e aparece a mensagem:- “Bem vindo” - sua emoção é incontrolável.
Depois dos seus cinco cachorros, os spams são as suas melhores companhias.
No seu aniversário, como o cara é um chato, brigão, recalcado, cheio de frustrações e desejos inalcançáveis, seus parentes correm dele, e as mensagens que ele recebe e lê atentamente, são as de políticos.

Em geral, estes não se esquecem do dia do seu aniversário, e mandam folhetos coloridos desejando-lhe tudo de bom!
Lojas comerciais, nas quais ele tem créditos e prestações que só terminarão em dois mil e dezenove, também são muito atenciosas. E mandam – quanto mais você estiver devendo e a quanto mais lojas melhor - muitos cartões e cartinhas. Dezenas!
Então o pobre diabo abre uma por uma, e até vai às lágrimas de tanta emoção.
E assim, vai vivendo, o abandonado, solitário, mas cheio de amigos,principalmente os cobradores,implacáveis!

No natal, espera ansiosamente por todas as mesmas cartas e spams, e mais, a do lixeiro, que são gentilíssimas.
É inacreditável, mas o abominável homem solitário alegra-se até ao ouvir os três apitos do seu microondas avisando que a comida está pronta. Às vezes até finge que não escuta, para que o aparelho insista e, chamá-lo por mais três vezes, e ele se sentir importante.
Mesmo sem ter nada para comprar vive nas lojas dos shoppings, onde se sente um rei atendido pelos solícitos e “desinteressados' vendedores”, e assim percebe, o quanto é amado,sem nenhuma hipocrisia.

Sai sem comprar nada, mas, quando se despede, gosta de falar bem alto o nome do vendedor para dar a impressão que são amigos de infância.
Ser chamado compulsivamente de “senhor” pelas meninas do telemarketing, lhe enchia de muito de prazer. 


E faz até caras e bocas de ator de novelas mexicanas. Suporta sorridente que, elas fiquem falando, quanto tempo quiserem.
Mas,elas agora é que estão cansadas, e sem nada venderem, se despedem.
E ele ainda insiste:
- O que mais você quer me vender, minha filha?
Agora, aqui entre nós, não é muito mais difícil viver assim, de forma tão constrangedora e cruel do que, conviver com uma doce,carinhosa e tranquila,mulher?
Fala sério!





10 comentários:

Manueli Dias disse...

haha' crítico, original, realista e com boas doses de humor... adorei o texto, Paulo.

Um xero baiano!

Ritinha disse...

Puxa!!!
Que texto bom!!!
Muito por aí deveriam ler e sentir a crítica como plano de fundo e seguir em frente com determinação e coragem.
Gostei muito mesmo!
Alias, vc é excelente!
bjs e excelente semana
Ritinha

PAULO TAMBURRO. disse...

MANUELI DIAS,

da Bahia, sempre vem através de você boas coisas e fico satisfeito por ter gostado,os elogios imerecidos mas, que eu adoro(rs)e este xero que,recebo e agradeço .

Um abração carioca.

PAULO TAMBURRO. disse...

RITINHA,

o humor tem esta vantagem,pois, a gente fala verdades,podem ser amenas, e ter também, a função da crítica social.

Um abração carioca.

Nádia Santos disse...

Paulo, tudo na vida exige BOA VONTADE, concorda? Parabéns, adorei o texto. Bj

PAULO TAMBURRO. disse...

Oi NÁDIA,

e paz na terra aos homens que tenham isso, humor e fé de mais.

Fé de menos , não serve.(rs).

Um abração carioca.

Audrey Andrade disse...

Com certeza, PAULO. Se é ruim com nós mulheres, pior será sem.

Meu carinho!

Ina Mel disse...

Oi Paulo.

Com certeza!
O mesmo vale para as solitárias.
Nada como uma boa amizade ou um bom relacionamento real.
Abraços

PAULO TAMBURRO. disse...

ÍNA,

é isso o que sempre digo,quem não sabe querer, vai querer mais o que?

Concorda.

Abração carioca.

Esther Vaz disse...

Muito bom mesmo!