É O FIM ?



-“É o fim disto tudo meu amor. Vamos nos trancar no banheiro, inalar o gás e morrermos abraçadinhos”.
Esta frase sinistra de Bartolo Adriano para sua parceira, encrenqueira e cônjuge Maria de Pravada será aqui explicada nos seus detalhes mais macabros, insólitos e repugnantes ficando, o julgamento, para a posteridade.
Casados há quatro meses, ou seja, uma eternidade para estes tempos modernos e confusos das coisas que, atualmente tem que ser tudo muito rapidinho, no qual, nada dura mais, do que pequenas vinte e quatro horas e se chegar a uma semana é lucro. Sendo assim, até ejaculação precoce fica muito difícil ficar esperando.


Eles discutiam muito, feriam um ao outro por besteiras, sinônimo clássico de coisa nenhuma, e então se pegavam, mas o que é pior, pela sala, corredor, varanda, cozinha, pois afinal, se eles fizessem isso em cima de uma cama, então alvíssara berraria o mitológico deus Baco dos vinhos, festas e todos os prazeres.

E como tudo começou?
-Bartolo Adriano, dá para você cortar esta unha do seu pé, pois ta enorme entortada pra baixo de tão grande e suja, seu porco!
-Você existe para botar minha auto-estima sempre pra baixo né, Maria de Pravada?
-Não é não! Apenas detesto estas coisas em você e tem mais...
-Mais?Pode falar sua ingrata sou todo ouvido
-Por falar em ouvido, Bartolo Adriano ele também precisa de um cotonetezinho amigo, de vez em quando...
-Quem é você pra falar assim de mim, você usa esse sutiã cor de abóbora, desde nossa lua de mel, e até já desbotou,rasgou e o escambau!


-Lua de Mel? Você ousa chamar aquilo de Lua de Mel, animal? Jogou-se em cima de mim, babando meu rosto todo e sabe que, eu detesto que fiquem babando o meu rosto-desabafou Maria de Pravada fazendo carinha de infeliz
-Mentirosa!Você enquanto fazia ai, ai, ui, ui, dizia que estava gostosinho e eu acreditava.
-Era pra ver se a coisa melhorava. Tava botando combustível neste seu motor que vive falhando.


-Ingrata, quando lhe deixei na mão?
-Eu é que sei. Perdi as contas. E na mão quem fica é você de madrugada vendo aqueles vídeos pornôs, no computador, seu safado. Quem não te conhece que te compre, Bartolo Adriano.
-Eu nem gosto disso sua pérfida!
-Que diabo de pérfida é isso?
-Isso mesmo ignorante, iletrada inculta, pérfida é falsa, enganadora, traiçoeira – disparou feito uma metralhadora impiedosa atingindo mortalmente os brios de Maria de Pravada e que, agora deitada e de bruços com suas nádegas absolutamente, empinadas na cama, deu ao Bartolo Adriano uma boa razão para acabar com todas aquelas bobas picuinhas.



Ela, no entanto, ao notar as intenções dele levantou-se aos berros dizendo:
-Vamos coisa nenhuma,sai daqui seu inútil, nunca mais vai botar a mão em mim, nunca mais, ouviu?
Bartolo Adriano, não só ouviu como desabou em prostração completa e num discurso tipo último adeus propôs a amada encrenquinha um pacto:
-É o fim disto tudo meu amor. Vamos nos trancar no banheiro, inalar o gás e morrermos abraçadinhos...

-Hipócrita, está falando isso para as paredes, nojento! Esqueceu que o chuveiro é elétrico?

                                          

22 comentários:

Bella disse...

Boa noite Paulo.
Vim te fazer uma visita de não pude deixar de rir. rsrsrs
Tenha um fim de semana abençoado e cheio de paz.
Sucesso. =)

PAULO TAMBURRO. disse...

OI BELLA,

volte sempre e rir é o que interessa,combinado?

Um fim de semana legal para você também, e fique com DEUS.

Um abração carioca.

Claudete disse...

Paulo , sinceridade, não lí o texto perdoa,mas gargalhei com a imagem na aba lateral esquerda da b...que tem que ser natural, hilário! Abração e bom fim de semana pra você, aH! minha filha do meio está aí no RJ , mas já volta no domigo ou segunda, foi para um seminário sobre Segurança Nacional.

Nádia Santos disse...

Paulo, estava precisando dá umas boas gargalhadas antes de dormir.... relaxa. Adorei, um abraço.

PAULO TAMBURRO. disse...

Olá Claudete,

não importa, às vezes a gente atira no pombo e acerta na borboleta, não faz mal você não lido agora o texto, o importante é que encontrou suas razões para rir.

Isto é o que interessa!

Um abração carioca.

PAULO TAMBURRO. disse...

Então NÁDIA,

fico satisfeito por você poder dormir bem e completamente relaxada.

Quem sabe eu não me aperfeiçoe mais, e venha a abrir, mais tarde uma fábrica de colchões? kk

Um abração carioca.

marlene edir severino disse...

Paulo,
muito bom teu blog e dei boas gargalhadas.
Volto pra rir mais...

E de graça!
(hehe)
Abração!

PAULO TAMBURRO. disse...

MARLENE,

de graça e se você não rir o suficiente,pode recorrer ao mais próximo Procon e denunciar como propaganda enganosa.

Um abração carioca.

Manueli Dias disse...

Risos e mais risos..
Além da reflexão.
É sempre muito bom te ler...

Um xero carioca.
Ah, estava com saudade dos teus textos!

PAULO TAMBURRO. disse...

Olá MANUELI,

e já que o seu xero baiano foi carioca, com certeza meu xero que seria carioca,será inevitavelmente, baiano. kkk

Ok?

Rovênia disse...

Bom, acho que eles vão morrer qualquer dia desses é de curto-circuito!
Um abraço.

PAULO TAMBURRO. disse...

Olá ROVÊNIA,


KKKKKKKK é verdade, sábias palavras!

Mas, pensando bem acho que, eles já encontraram coisas melhores para fazer.

Um abração carioca.

LUZ disse...

Oi, querido Paulo!

Seus textos são imprescindíveis na blogosfera, e na minha "esfera", também.

Que jeito e que naturalidade você põe naquilo que conta/escreve pra gente!

Quatro meses e já esse tipo de conversa/desconversa. Os tempos mudaram. Tudo é descartável. Usar e deitar fora.

O final do texto é hilariante, para já não falar das estupendas imagens, que vai colocando ao longo do seu texto. PARABÉNS!

Boa semana.

Um beijo da Luz.

PAULO TAMBURRO. disse...

LUZ,

muita generosidade a sua, mas quer saber? Adoro elogios ! (rs)

Um abração carioca.

fus disse...

Me ha gustado mucho como escribes. Enhorabuena

un abrazo

fus

PAULO TAMBURRO. disse...

Olá FUS.

Obrigado e volte sempre!

Um abração carioca.

Louraini Christmann - Lola disse...

Também ri muito.
Foi uma terapia.
Um grande abraço

PAULO TAMBURRO. disse...

LOURAINI,

não sabe com o eu fico satisfeito quando você se diverte por aqui!

Satisfeito , mesmo!!!

Um abração carioca.

Ritinha disse...

Oi Paulo, fico um tempão sem vir e quando chego caio na risada e tanta coisa divertida e inusitada que vejo.
ADOROOOOO!!!
Ando um pou co sem o tempo que gostaria para a blogsfera, mas quando venho fico mais e mais.
Vou ver aos poucos o que perdi e me interagir.
bjs
Ritinha

Esther Vaz disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKkkk

Esther Vaz disse...

Viu só a Belita viu meu comentário e minha postagem, ela precisa se divertir como todos nós! abs

PAULO TAMBURRO. disse...

É verdade ESTHER,

precisa e como !!! (rs)

Um abração carioca.