CONQUISTANDO O MUNDO COM A BUNDA!




                                                                                                 GRACYANNE BARBOSA
O derrière de Gracyanne Barbosa não agrada somente o povo brasileiro, a sensualidade da morena também foi reconhecida internacionalmente em matéria publicada pelo DailyStar nesta quarta-feira (20).
Fonte: Gente - iG @ http://gente.ig.com.br/celebridades/2018-06-20/gracyanne-barbosa-miss-bumbum.html


Não é mais só uma frase popular, aquela que diz sobre a sorte das pessoas: " Nasceu com a bunda virada pra lua".
Funciona mesmo!
O jornal inglês Daily Star, talvez revoltado com a pouca ou nenhuma bunda da nova esposa do Harry, meteu a cara no mundo e achou o que queria.
Afinal quem procura não só acha como também, acha exatamente aquilo que procura.
Se é que me fiz entender.
Confesso a vocês que nunca me liguei no termo derrière , porém agora estou devidamente reciclado e não resta a menor dúvida que, após intensas pesquisas ter descoberto esta palavra francesa e sua tradução: Traseiro , assento, nádegas.
Mas, aqui pra nós, dizer para uma mulher que o derrière dela é bonito fica parecendo um ponto fora da curva, uma palavra que não enche a boca e nem ocupa na sexualidade masculina a necessária intensidade que, se dita  com as palavras e emoções certas, eleva sempre e muito a temperatura e pressão ambiente.
Somos latinos,somos de adjetivações mais explícitas, preferimos a enfase, o calor intenso das praias, aquele sol escaldante e cultivamos as imperativas expressões italianas com seus radicais gestos de mãos.
                                                     
                                                                 
E pelo mundo afora, muitas outras mulheres poderiam ser agregadas a este time de primeira categoria que tantos os ingleses gostam de correr o mundo para encontrar.
Verdade!
E se por um lado algumas das mais famosas bundas, como a da americana  Kin Kardashian, já estão com o prazo de validade vencido, outras despontam no cenário internacional , repletas de beleza e sensualidade para dar.

       Ocaso lamentável que não resistiu a força da lei da gravidade verificado na Kin.

Então, que novas e sensuais derrières surjam mundo afora!
Afinal neste planetinha Terra, chateado pelo coloquio politico interminável, falso e  este sim para "inglês ver" entre o Donald Trump e Kin Jong Un que, nos desbundam literalmente com suas chatices e fanfarronices no melhor estilo pastelão, imploramos aos céus que os noticiários de todo o mundo possam elevar o nível da nossa pressão arterial, entre outras elevações possíveis e desejáveis, é claro!
E nosso blog Humor em textos, para dar a sua contribuição maior no sentido de que a vida fique mais interessante em estética e sensuais intenções maiores do prazer humano, exibe aqui com absoluta exclusividade um mosaico de bundas anônimas, porém todas merecedoras das nossas homenagens.
Homenagens em todos os sentidos.
Se é que me fiz entender, mais uma vez!



                                                       Derrières anônimas.

6 comentários:

Pedro Coimbra disse...

Há aqui alguns que são o meu tamanho, o número que eu calço :))
A Kardashian??
Por amor de deus, aquilo é uma padaria enorme!! :)))
Aquele abraço

BETONICOU disse...

Oi Paulo! Eu para sr honesto nunca me sentiria excitado se ouvisse que o derrière de certa mulher era o máximo. rsrs E como tem nomes esse belo apetrecho não ?! O pedro já´citou um: Padaria. E meu caro que pão de açúcar! Um abração, e sempre rindo com o humor em textos!

PAULO TAMBURRO. disse...


PEDRO COIMBRA,

o número que você calça , não é Jaime? Belo sapatão kkk!!!
Padaria é outra boa adjetivação.
Padarias fazem pão, mas sonhos também concorda?
Um abração carioca.

PAULO TAMBURRO. disse...


BETONICOU,

é isso mesmo, derrière fica melhor em filmes de nouvelle vague (nova onda) dos amigos franceses.
A coisa ta ficando boa por aqui: Padaria, Pão de acúçar, como vocês são criativos.
Um abração carioca Beto.

Jaime Portela disse...

Bunda bonita é tão apreciado como cara bonita...
Bom fim de semana, amigo Paulo.
Um abraço.

PAULO TAMBURRO. disse...


JAIME PORTELA,

verdade!
É só uma questão de angulo,concorda?
Um abração carioca, Jaime.