PAIS E FILHOS: DIÁLOGO DOS NOVOS TEMPOS!

 

                                                                                    



-Filhinho querido o que você quer ser quando crescer?

-Quero ser ladrão papai.

-Ladrão? -espantado reage o pai.

-Sim, papaizinho quero ser ladrão, ter iates, casas de campo, apartamentos luxuosos e jamais ter que trabalhar na minha vida!

-Filhinho que horror! Esperava que você quisesse ser um médico, engenheiro, aquele grande dono de uma empresa multinacional, sempre sonhei com essas coisas. Jamais pensei que sua cabecinha estivesse viajando por esse plano sombrio das roubalheiras e pilantragens.

-Eu também estou muito triste com o senhor.

-Comigo? Qual a razão?

-É que o senhor poderia ter facilitado minha vida.

-E não facilito queridinho? 

-Não pai , você nunca fez nada para ser um ladrão renomado nesse país.

-" Ladrão renomada nesse país"? O que quer dizer com isso meu filho?

-Pai seja realista se o senhor fosse um belíssimo ladrão, igual a muitos desses que andam por aí, milionários mesmos, o senhor me pouparia o trabalho de ser ladrão um dia para ficar milionário!

-Enlouqueceu filhinho?

-Não papai, afinal meu grande sonho sempre foi ser herdeiro de um milionário. Encontrar depois as mulheres da minha vida, poder gastar dinheiro sem que ele acabe e sem nenhum esforço poder viver com o seu sagrado dinheiro roubado do povo brasileiro. Mas pelo jeito eu vou ter que fazer isso tudo que o senhor nunca fez por mim e isso dá trabalho. Trabalho meu pai é coisa que mesmo que seja pra roubar e só em pensar nisso dá uma alergia desgraçada.

-Mas filhinho que coisa terrível você está dizendo . Que vontade de morrer!

-Não morra agora não papai, antes fique milionário. Afinal nunca é tarde para começar, concorda?



SEXO NA TERCEIRA IDADE ; ONDE A NATUREZA ERROU?

 

                                                           



Quando você é jovem pode tudo! Pratica esportes sem cansaço absoluto ou dores generalizadas musculoesqueléticas. Suas juntas lubrificadas por  quantidades naturais e superlativas de colágeno faz com que as nossas estruturas ósseas estejam com lubrificação de uma Ferrari zero quilometro e articuladas para o que der é vier., o que lhe possibilita sair voado por aí. Você é livre , leve  e solto para escalar montanhas, mergulhar dezenas de metros mar abaixo e tirar de letra subir em árvores tronco acima para colher um fruto lá no galho de cima para impressionar a namorada! Come carne de todos os bichos,ingere litros de gorduras daquela fritura de óleo preto tão ao sabor daqueles que engolem em média um a dois pasteis nas feiras livres do bairro. Sentem nada a não ser uma leve e natural regurgitação passageira. Jovens musculosos, sarados e barriga de tanquinho desfilam pelas praias, ruas e praças das cidades com aquela aparência de búfalo no cio, ostentando aparência de que seu órgão genital seja o mais perfeitos da espécie humana e ao leve toque , até mesmo de uma ventania mais forte, endurecem de tal forma que até poderiam ser usados substituindo aqueles martelos usados pelos juízes para pedirem silencio ou encerrarem uma sessão nos julgamentos judiciários. Dureza compatível não lhe faltaria. O homens jovens disputam até mesmo com as mulheres quem tem as nádegas mais suculentas, carnudas e musculosas e a mulherada não se faz de rogada e lhes dão palmadas e apalpações alucinadas. Os jovens, enfim, foram premiados pela natureza com todos os requisitos necessários e equipamentos corpóreos incrivelmente abundantes.

E agora apresentamos  uma natureza diferenciada dentro da espécie humana: Os idosos!

-Tinha pai e mãe, já faz tempo e anualmente leva uma dedada anal para simples conferência do estado da sua maldita próstata hiperplásica na maioria das vezes benigna, mas as vezes não. As mulheres deixam amassar (tadinhas) seus seios, quer dizer na realidade , nossos! O coroa, antigo garotão comedor de tudo e de todas, agora restringe-se a dar meias brancas de presentes aos netos e refere-se ao carnaval como "Folias de Momo"e continua usando Polvilho antisséptico granado no corpinho desgastado. Chama a mulher de "minha patroa" e continua a não misturar manga com leite , pois acredita como seus avós ensinaram: Mata! Cochila religiosamente depois do café da manhã, almoço e jantar, tentando provar que ainda é muito bom de cama. Tem saudades dos concursos de Miss Suéter e não esquece a primeira transmissão da televisão Tupi com aquele indiozinho lindo. Passa Leite de Rosas na genitália, sua eterna musa é Marta Rocha e o cantor preferido: Mario Lanza. Ainda chama dinheiro de "contos": mil contos, dez contos...Não vira mais a cabeça para trás quando uma mulher linda passa pois a sua coluna esculhambada, já 'trancou' sua vida faz muito tempo. Vive lendo bula de remédio e Ponto G para ele é posto de gasolina. Na cama é o rei dos 3 d"s: Dor, desilusão e dormência.

E por fim o apocalíptico sinal dos tempos: Aquele búfalo no cio da juventude virou um bichinho Hamster desabado, inservível, murcho e acabrunhado e nem o prazer sexual ele compra mais na farmácia ao saber que varios dos seus amigos idosos como ele ao tomarem essas drogas milagrosas endureceram tanto que hoje são visitados pela família no jazigo dos cemitérios.

Sacanagem!!!

Portanto, a natureza errou pois, o jovem já pode tudo e os idosos nem umazinha na "patroa" de vez em quando merecem como prêmio?

Esse o grande e injusto erro irreparável da natureza.




O ATUAL PREÇO DA FÉ E OS NOVOS CAVALEIROS DO APOCALIPSE CRISTÃO.

 PROVA SUA FÉ IRMÃO.



É POUCO ,MULTIPLICA A SUA FÉ IRMÃO!




VAMOS NOS ENTENDER? ESTE É O TAMANHO DA SUA FÉ?


                                                                             
JÁ MELHORAMOS.VAMOS EVOLUIR IRMÃO, ATÉ PODERMOS LIBERTAR ESSE DIABO QUE ESTÁ NO SEU CORPO E QUE NÃO LHE PERTENCE.

                                                  

ESTAMOS AGORA NO CAMINHO CERTO! ALGUMA COISA A MAIS QUE VOCÊ AME E TENHA VALOR QUE POSSA DOAR PARA SUA DEFINITIVA LIBERTAÇÃO?
ASSIM IRMÃO...ESTÁ CRESCENDO SUA LIBERTAÇÃO. AUMENTE SUA OFERTA!

SUA ESPOSA.PARABÉNS!!! MAIS FÉ MUITO MAIS, TODA A FÉ POSSIVEL, LIBERTA ESSE CORPO IRMÃO!                               


Você mora muito mal né irmão. mas tudo bem, CAVALO DADO NÃO SE OLHA OS DENTES mais alguma oferta de coração amado irmão!
SUA LIBERTAÇÃO DA CHEGANDO!!!
                                

                    OFERTA RECUSADA! QUEREMOS LUCROS.PERDAS E DANOS JAMAIS! PROCURE UMA CRECHE.
ALELUIA IRMÃO, ALELUIA!!! 

EXCELÊNCIA: NAS COXAS NÃO DÓI.

 




Importante politico brasileiro, declarou recentemente que as denuncias contra ele doeram demasiadamente pois, foram feitas nas coxas.
Não querendo polemizar com autoridade tão exponencial desta nação brasileira, gostaria de somente encaminhar uma questão de ordem pertinente e afirmar que: Nas coxas não dói nada excelência!
Houve uma época inclusive, no processo de amadurecimento sexual do povo brasileiro, na qual a manutenção da virgindade feminina,  e para mantê-las assim, porém também atenderem aos namorados que, hipocritamente as queriam como vestais e imaculadas, mas não tinham como segurar os desejos de orgasmos durante horas de seguidos amassos ou sarros! E "solidários" com suas amadas insistiam que ela também não precisava se  privar de tão desejados momentos eróticos. Daí a opção pelo indolor intercurso nas coxas que era uma usual tendência entre os jovens casais apaixonados. 
E nas coxas não doía absolutamente nada para ambas as partes. 
Num segundo estagio evolutivo daqueles relacionamentos e no avanço natural por desejos mais penetrantes aí sim, na bunda ,segundo elas doía mundo.
Manter a virgindade permitindo ao parceiro que ele fizesse um intercurso anal - e os homens pediam isto, sempre e continuam pedindo muito até hoje - era muito complicado, naquela época e só em situações muito especiais como data de aniversário, carnaval, Páscoa, Natal e réveillon, a possibilidade era mais correspondido.
Portanto, tenho certeza de que o mencionado politico por estar reclamando, por não sentir nenhuma dor, nestas denúncias é porque não teriam sido feitas nas coxas e sim através de um objetivo, concreto e insofismável intercurso anal. 
A pergunta que não quer calar é se o ilustre politico não estava fortemente alcoolizado para não perceber que aquilo que ele faz com o seu eleitor e que os deixam assados constantemente, naquela hora não teria sido feito com ele.
Portanto, em votação agora e com a palavra o plenário da sabedoria popular. 

PESTES,GUERRAS E MULHRES INSATISFEITAS.

 


                                                                               




O blog HUMOR EM TEXTOS , nunca teve a pretensão de ser consultório sentimental, mas em função das centenas de e-mails que temos recebidos sobre uma enxurrada de prevaricações conjugais na área sexual que ocorre atualmente, Estaremos respondendo a alguns destas aflitas e mais prementes solicitações que entopem meu email.
Impossível atender a todas, afinal não temos o formado ilimitado das enciclopédias famosas.

-MARTHA MENDOLINA DA SILVEIRA- TIJUCA -RJ

Paulo,sou casada há 36 anos e de uns três anos para cá meu maridão só comparece para a prática das deliciosas conjunções carnais de seis em seis meses, sendo uma  Terça-feira Gorda de carnaval e a outra, no Dia de Santo Antonio e, mesmo assim, quando faz queixa-se bastante desta "obrigação" indesejável!
Poderia me ajudar?

-MARTHA, na sua missiva ( êta termo antigo) eletrônica você me deu duas pistas interessantes.Uma sobre os dias destas escassas e minguadas relações sexuais:Terça feira-Gorda.Mande um outro e-mail dizendo quantos quilos está pesando.Por favor, faça isso!Não estou garantindo mas seu marido pode ter escolhida esta data como o Dia Semestral do protesto através de uma mensagem subliminar para você!
E o outro dia o de Santo Antonio o "Casamenteiro" e isto nos leva a pensar que ele continua protestando pois, no período colonial as imagens sacras de madeira eram ocas para serem usadas no contrabando de diamantes, ouro e outras pedras preciosas.Ele certamente está inconscientemente querendo dizer que, está fazendo "contrabando" traindo você e que  para você o pênis dele está tão oco quanto os dos santos dos contrabandistas da história.
Meus respeitos e espero seu honroso retorno.

                                                                 



PERCIVALDA PRIETO- BELO HORIZONTE- MG.

Meu estimado Paulão, sou sua seguidora antiga.Objetivamente :Minha relação sexual com meu marido está acabada,Faço de tudo para apimentar as relações e tenho me fantasiado de bruxinha com as coxas à mostra, enfermeira com a bunda oferecida, policial militar feminina com o cassetete em punho e uniforme sem sutiã, mas ...nada!!! Não acontece sequer o menor impulso da parte dele e na maioria das vezes ainda esconde a cabeça debaixo do travesseiro.
Por favor, uma análise.
PS. Vive me perguntando se maquiagem sai com facilidade!

PERCIVALDA ,tente novos modelos de fantasias, pode ser que você esteja errando é na criatividade.Sugiro que você tente uma fantasia de Gladiador romano e faça enchimento na sua calcinha com uma toalha para parecer que você tem o que não pode ter.Entendeu?
Fantasia de Hércules com aquele corpão invejável e uma lança enorme apontando para ele,grossa e vermelha bem extravagante, pode ser outra opção.
Quem sabe?
Agora eu só estranho é de que seu marido não tenha agarrado o cassetete daquela policial militar mencionada, pois, meu diagnóstico é de que, seu maridão está gostando agora é de outro tipo de fruta.
Faz parte!
Quer que eu minta?


                                                           
                                                               






AQUELE HOMEM ENAMORADO.

 




E aquele homem enamorado, botando sentimentos afetivos por todos os poros e com as narinas abertas e respiração ofegante era o próprio búfalo no cio de desejos inconfessáveis, óbvios e prementes por aquela mulher que nem cabia mais dentro do seu coração, por ser um amor tão grande e incomensurável!
E isto apesar dela só ter um metro e quarenta dois, mais era um amor maior do que ele  com seus um metro e oitenta de altura.
Telefonava para a sua pequena amada toda hora, mandava-lhe bombons quase a intoxicando de tanta gordura achocolatada, flores, balinhas que vivia procurando nas docerias, além de quinquilharias e bugigangas tipo ursinho de pelúcia, travesseirinho vermelho em forma de coração escrito: “Te amo”.
O amor não é lindo?
Enfim, ele vivia os melhores momentos do seu amor com aquela que os homens da vizinhança chamavam acintosamente de gostosa e que, parava todos os pedreiros das obras pelas quais passavam que colocavam a cara para fora dos tapumes e diziam para ela elogios que mulher nenhuma, normalmente, ouviria sem constrangimentos.
Pesados, muito pesados, tipo... Não, deixa pra lá. Vamos colocar aqui só um absolutamente, publicável.

Com certeza ela era um dos corpos mais lembrados e homenageados pelos tarados de plantão, naquilo que se costuma adjetivar de sexo solitário. Imagine se ela tivesse dois metros!
Um belo dia um dos seus eternos enamorados sentou em frente ao computador e pensou consigo mesmo que iria escrever para ela, algo que jamais sua amada, salve ,salve, teria lido.
E mandou aquele tijolo enorme, um texto sem fim com varias laudas digitadas além de fotografias de abraços, beijos, apertos de mãos e toda uma serie de fotografias surrupiadas da internet além de memes os mais variados.
Seus e-mails tinham mais movimentos e brilho que desfile de escola de samba.
Sua amada salve ,salve, leu tudo, pensou, analisou e mandou esta resposta:

“Querido, sei que você me ama, mas arruma um trabalho fixo, talvez desta forma você pare de me mandar mimos baratos de 1,99 como estes bichinhos que até sem os olhos já vieram e alguns até com rasgadinhos e enchimento de palha vazando.
Pobreza querido!
E outra coisa :Eu disse que gostava de chocolate. Mas é chocolate bom, de bombons recheados de licores ou trufas e não estes tabletes de chocolatinhos de quinta categoria e intragáveis de camelôs.
Desculpe tá amor, mas devemos ser muito francos um com outro e já que é assim, cuide do seu bilau, pois, ele está sempre fazendo corpo mole em todas as fotos que me manda e talvez a causa seja o excesso de bebida que você anda ingerindo, meu amor bebum.
E por favor, se beber, além de não dirigir, não coma como tira gosto e sob hipótese nenhuma sardinha enlatada com cebola crua fatiada.
Espero que você compreenda que sua boca não é vaso sanitário e não duvide mas, meu nariz não é lata de lixo.
Tem sido muito difícil por estas e outras -muitas outras mesmo -tentar fingir que está tudo bem!
E compreenda que um sovaco bem lavado será sempre melhor do que este o qual despudoradamente você expõe e torna toxica a respiração no seu entorno.
Desculpe, vou continuar tentando compreender este amor que você diz sentir por mim mas que não reúne as mínimas condições sanitárias para a sua convivência.
Desculpe mesmo"

VÍTIMA DO PRÓPRIO VENENO.


 

Angelina é dessas mulheres que ainda hoje tem uma vaga lembrança das épocas de fastios financeiros que viveu muitas décadas atrás. Guarda ainda, no entanto, o odor inútil das pomposas roupas de grifes e fala com desenvoltura de famosas marcas como Yves Saint Laurent, Louis Vuitton, Gucci, Prada e outros bichos. Demostra tanta intimidade com essas marcas que aparenta ser acionista majoritária dessas pérolas frívolas, prescindíveis e supérfluas fruto do capitalismo que criou uma economia de mercado distante, aleatório e equizofrenizado daquela absoluta maioria dos habitantes desse planeta que só utiliza esses nomes para batizarem os seus cachorros. Não é muito frajola e requintado alguém ter uma cadela batizada com o nome de Prada? Fala sério! O que mais teria uma paupérrima mulher, amasiada com aquele esforçado é hercúleo operário brasileiro, morando em palafitas amazônicas ou favelas dos grandes centros para fazer inveja aos vizinhos do que ter uma cadela com esse nome tão valioso? Angelina é bambu que verga mas não quebra pois foi formatada tempos outros em meio a estrasses e lantejoulas e por esta razão tem ideologia politica massificada pela mídia pasteurizada do The New York Times, The Guardian,O Globo, Estado de São Paulo entre outros menos votados. Para ela todos os socialistas são apenas de fachada, as esquerdas devem ser implodidas junto com a ilha de Cuba e como ave que gorjeia assustada depois de acertada na perna pelo moleque de rua com seu estilingue infalível e tem pela natureza e preservação ambiental um desprezo absolutamente irracional. Sobre essa matéria uma das suas frases mais celebres é de que toda natureza sobre a face da terra deveria ser cimentada! Esse negócio de florestas, rios , lagoas e cascatas, pintassilgo, ararinha azul e bem-te-vi é de uma esterilidade existencial que só aos tolos cabem apreciar.

Porém, ai porém, há um caso diferente, que marcou num breve tempo  o coração dela para sempre, como diria o poeta e cantor Paulinho da Viola no hino chamado ; Foi um rio que passou em minha vida! E  literalmente, Angelina hoje, pagando com a língua, a boca e sendo vitimada pelo próprio veneno como fazem os escorpiões, hoje embrenhou-se pelas matas, cachoeiras e cascatas de um lugarejo das Minas Gerais chamado: Ibitipoca.O que existe além de fartíssima e exuberante beleza ambiental nesse lugarejo ao sul do estado campeão de pão de queijo e de uma cachacinha invulgar? Nada, absolutamente , nada! 

Então Angelina,  a princesa do concreto e rainha do asfalto vive agora ainda sob a severa influência poética do sambão de Paulinho da Viola, não podendo definir aquele azul que sem saber se é  do céu ou quem sabe do mar, afinal está sendo apenas um rio que está  passando em sua vida e o coração de Angelina se deixou levar. E aqui cabe também nosso sagrado e para tantos profano, Chico Buarque quando do alto da suas excepcionais cantorias debocha educadamente no imortal quem te viu quem te vê, afirmando que aquele que não a conhece, não pode mais ver pra crer e quem jamais a esquece não pode reconhecer.

Ibitipoca não é lá uma Toscana da bela Itália, mas aqui pra nós tem um nome bem latino, matuto, mineiro, caliente, ferve no sangue de maneira inconsciente nas mulheres quando elas erram ou se atrapalham na pronuncia, pois fatalmente estarão muito perto do nome do objeto masculino do prazer que em nenhum sex shop você pode adquirir, apesar das fantasiosas defensoras do prazer de plástico dizerem o contrário.

Sutileza é tudo!

.

COSTAS LARGAS.

 

                                                                      


"Seu" Antonico é pai , avô ,bisavô, aposentado com 75 primaveras vividas, o mesmo número de natais nos quais se entulhou de rabanada e os carnavais? Nossa, saia de casa um dia e só voltava no dia que um cansaço batia em seu corpo. Livre, jovem, bom emprego, formou-se em algumas faculdades o que lhe facilitou acumular algum dinheiro para a tão sonhada aposentadoria. Seu Antonico era pai de cinco filhos, três meninas e dois meninos,hoje uma casada, outras nem tanto, porém todos na faixa dos 35 a 45 anos que, invariavelmente junto com a sua segunda mulher o achavam ultrapassado, saudosista, melancólico, critico, entre as coisas publicáveis. Era quase linchado por todos quando colocava um sonzinho dos anos 70, 80 vamos lá, tipo Elvis Presley, Litlle Richard, Bob Dylan, Elton John...

-Mãe, manda diminuir esse som! Esse velho nunca escutou na vida dele Iron Maiden,The Smiths,Metallica? Coisas antigas que ele gosta, chatas, cara rabugento. Nossa que horror já estou com 45 anos e ele ainda não mudou de gosto? E o pior ele gosta de samba. Pode isso? Gostar de samba? É demais , mãezinha querida da minha vida!

-Filha já arrumou um emprego?- Interrompe a mãe que sempre  apoia a filhinha mas, tudo tem limite.

-Tô vendo mãezinha. Tá tudo muito difícil, um horror, pandemia...

Ato continuo ouve-se, para variar, um novo grito:

-Mãeeeeeeeee...

-Que é Luterinho, meu filho parido de parto normal como todos vocês foram e do que tanto me orgulho. Parto normal, sofri

-Tá bom , mas preciso do carro do "velho" hoje pra dar um rolé com uma mina, pergunta se o tanque ta cheio, ok mãezinha querida?

-Luterinho, mas veja lá, tome cuidado!

Ato continuo, em seguida, depois do primeiro grito, logo após:

-Mamãezinha...

-O que é "Perfeitinho" da mamãe?

-Pai sabe que tô sem dinheiro e me negou oito mil reais pra eu ir com meus colegas ficar três dias na Argentina.

-Que absurdo vou falar com aquele velho caduco,chato, chato, chato... responde irritada a mãe do século!

-Ia me esquecendo... 

-O que meu "Perfeitinho"? A sua filha Estrela Dalva também vai então são dezesseis mil reais, só isso tá mamãeeeeeeeeeeee?

-Sabe "Perfeitinho" meu adorado filhinho querido, minha Estrela Dalva, amor da minha vida, primogênita e adorada menina dos olhos azuis precisa arrumar um  empreguinho, concorda? Ela tá procurando há seis anos...

-Esquece mãezinha , o coroa tá com muito.

-Também acho , mas com excessão de Martha- que eu amo acima de tudo e quanto, só Deus sabe!!! - a única casada de todos vocês é que segura a barra da nossa alimentação, pois deu sorte de casar com o dono do supermercado Mundialito, o resto é tudo nas costas do velho chato, ultrapassado, coroa que só gosta de falar do passado.

Enfim o "Seu" Antonico , o velho e imprestável Antonico e que esperava se ver livre das cobranças, boletos, empréstimos ,dividas dele e de terceiros, quartos, quintos e o escambal e que na aposentadoria iria botar a carcaça para descansar na fazenda e com uma casinha de sapê, acabou descobrindo que além de todas a sua jovem família alguém de fora das suas hostes também pediria, pediria, pediria pela sua intercessão junto ao Pai, ao Filho, e ao Espirito Santo.

Estão duvidando? Então escutem:





AMANTE ORIGINAL.

                                                  


Aproxima-se o fim de mais um dia de intenso trabalho, e aquele pensamento constante e repulsivo, não lhe saía da mente! Pensava a cada minuto, naquela criatura vil e aterrorizante que deixara em seu lar.
A última noite, em sua companhia, fora a mais cruel e insuportável, e naquele momento resolvera, de uma vez por todas, por fim àquela situação.
Chegando a sua casa, logo ao abrir a porta, deparou com aquela criatura mesquinha, sórdida e provocadora que não lhe dava um minuto de descanso, fazendo-o passar os dias e as noites mais infelizes e atribulados da sua vida.
Resolveu declarar guerra àquela megera, acintosamente deitada em sua cama, como a desafiá-lo, ostensivamente.
Atirou-se à cama para agarrá-la e castigá-la, masculamente.
Ela fugiu, logrou escapar, indo para a sala tentando esconder-se, numa atitude covarde, digna, somente das criaturas inexpressivas.
Ele a seguia furiosamente, tinha de uma vez por todas que acabar com aquele sofrimento brutal, que fazia do seu lar, um cubículo triste e aterrorizador.
Iria espancá-la com o salto duro do seu sapato, daria contra aquela cabeça vazia, para ensiná-la a dor que nunca antes havia conhecido, pois jamais fora homem de bater em ninguém, quanto mais num ser mais frágil como aquele.
Calculou friamente a pancada e mandou brasa, porém mais uma vez, aquela criatura conseguira desvencilhar-se, correndo de um lado para outro como se estivesse zombando da sua virilidade e, finalmente, foi para o quintal. O nosso pobre amigo suava frio por todos os poros e, o cansaço já era uma evidente realidade em seu corpo.
Numa atitude derradeira e louca, resolveu matar aquela coisa, sim matar a tiros. Faria daquele ser, migalhas.
Rapidamente foi ao quarto, abriu a gaveta. Tremiam-lhe as mãos. Apanhou sua arma - um revolver 38, cano curto - e a passos firmes caminhou para o quintal escuro, envolvido na noite fria de inverno. A vitima, ali estava escondida.
Acendeu uma vela que trazia no bolso e colocou-a no chão. Então a luz fraca da vela, descortinou-a encostada a um canto, já agora temerosa, mas nem por isso, menos intragável e repulsiva.
Corajosamente, apontou-lhe a arma. Fez mão firme, pois aquele era o momento mais dramático da sua vida. Mirou-lhe, estrategicamente, a arma, para o seu crânio e disparou por diversas vezes, ouvindo-se as secas detonações das cápsulas. Seguiu – se a morte instantânea da vitima, já agora enlameada e inerte no solo.
Sua cabeça destroçada sob a terra aguada da chuva, que algum tempo caía, como para limpar as horrendas manchas daquele ser, apresentava-se como o quadro final daquela tragédia.
-Livre, estou livre – gritava, histericamente, aquele secular sofredor.
Sim, jamais passaria outras noites em claro por causa daquela criatura.
Lá estava ela destroçada pelos certeiros tiros do nosso frouxo machão, que na linguagem esportiva, dir-se-ia ter acertado bem na mosca, porém, o que não é verdade, pois no caso a mosca era uma barata, ou se quiserem seu nome científico, aqui vai: Periplaneta Americana.

EPITÁFIO:

Barata, do latim, blatta, substantivo feminino, ortóptero onívoro, de corpo achatado e oval, que põe ovos em ootecas (estojo). Pode ser silvestre ou doméstico,e tem hábitos noturnos, segundo o dicionário do Aurélio.
                                                      
                                                     

QUEREMOS MENSTRUAR, QUEREMOS MENSTRUAR, QUEREMOS MENSTRUAR !!!




Recebemos de uma indignada presidente da associação pró mulheres menstruadas intitulada: È PROIBIDO ESCORRER uma correspondência furiosa, E antes mesmo de ler sabia que ela estava sangrando pelos olhos, pois, afinal sou chamado de Paulo, Paulinho e até gato - o que acho um exagero- mas de Tamburro só quando a missivista quer rodar a baiana .E não deu outra .Abaixo transcrevo o inteiro teor do email;
" TAMBURRO, 
represento milhares de mulheres do Brasil que estão ensandecidas  com essa absurda proibição presidencial de vetar a distribuição de absorventes femininos para que as mulheres pobres , desgraçadas e miseráveis que represento, possam sair às ruas livres das buchas feitas de sacos das malditas de bolsas de supermercados,  jornal, pedaços de roupas velhas e miolo de pão que elas enfiam vaginas à dentro quando menstruadas e outras simplesmente deixam escorrer. Sabe quanto custaria cada absorvente desses para o governo? 10 (dez) centavos, meu caro! Mas para esses políticos ladrões e milionários vagabundos cujo pai já era ladrão e passou tudo pra ele tipo clássico e seguidores " seu" Eike Batista que se fod...(desculpe) . A mulher do Sergio Cabral deve usar um eterno absorvente cravejados de esmeraldas e diamantes com controle interligado a internet das coisas que avisa a ela quando deve ser trocado. E as outras 25% das mulheres brasileiras que nem sequer estão empregadas e nem entram mais nos açougues para comprar carne e sim ,vão apanhar o lixo dos ossos dos animais? Aliás Tamburro, agora já estão cobrando  por quilo de osso que jogavam fora. Não quero me intrometer em ideologias ou o cacete à quatro mas, capitalismo é isso? Porra!!! Dá uma força pra nós aí no seu blogue, afinal por onde sai a nossa menstruação saem também a das privilegiadas cheirosinhas que vivem nos "states" e compram absorventes desse tipo, que custa R$ 226,00 (duzentos e vinte e seis reais):
Agora usar pedaço de jornal velho, aí eu acho muita sacanagem.

                                                                    


Espero que você Tamburro bote a sua boca no mundo e muito obrigado pela força."

Resposta: Querida presidente, botar a minha boca nessas condições só se for no mundo mesmo.
Conte conosco e estamos juntos e misturados!


" NEM QUERO PENSAR NA SEGUNDA".

 


                                                                         
Após mais um dia de extenuante trabalho Laurindo chega em casa querendo começar a fazer aquilo qu mais gosta: dar ordens. Não é só isso é também pedir coisas e exigir da sua "espousa" aquelas mesmas merrecas de sempre, não sem antes dar aquele protocolar beijinho de cinco segundos na testa de Cremilda e depois ficar abraçado mais de meia hora  com sua cadela Xuxuca, naquela lambeção sem fim  considerada a única alegria da casa.

Prestaram atenção? "A única"! Depois não querem ser corno!

-Cremilda minha "espousa", estou tentando falar com você desde que sai do trabalho e não consegui. Você está agarrada nesse celular como os touros nos cios ficam nas vacas e ou  aqueles  recém -casados grudados com as suas mulheres nos primeiros meses de casamento!

-Verdade depois as abandonam não é Laurindo? Já estou acabando de falar. Posso ter o direito de alguma coisa nessa casa?- Rebate Cremilda de saco cheio daquela rotina de vida.

-Ok,vou tomar banho e não esqueça de levar toalha limpa, meus chinelos e pijama passadinho, tá bom Crecrê? (nome carinhoso que ele chamava sua Cremilda).

-Água já tem no chuveiro né? Nossa que homem chato, desabafa Cremilda.e retorna a ligação:

-Desculpe amiga, como eu ia te falando não consigo mais pensar numa segunda. Uma só foi suficiente e olhe lá! A primeira ja foi muito difícil de aguentar aquela dor enjoo e até uma discreta diarreia. Não quero mais nem ouvir falar sobre isso. Tá bom? Um beijo querida, nos falamos mais tarde.

Ao desligar Cremilda ouve aquele pedido de explicação vindo de trás e ao virar-se lá estava Laurindo completamente nu e para variar  coçando delicadamente o saco .Ela reage imediatamente: 

-Seu porco só falta agora você cheirar essa mão!. Que nojo! É vá logo tomar banho!

-Nojo sinto eu - retruca aos berros Laurindo- com você falando com essa fulaninha sobre a nossa privacidade.

-O que?

-É sim! Você nunca disse que sentia isso quando transávamos

-Transávamos? Ficou louco Laurindo? Estava comentando com ela que não vou tomar a segunda dose da vacina contra Coronavid, pois na primeira e você  mesmo testemunhou que quase botei os bofes pela boca!

-Ah que susto!- disse mais calmo o Laurindo.

-E que saber seu garanhão de meia tigela, você jamais poderia pensar isso pois, a  simples e  básica primeira aconteceu no Natal do ano retrasado e já estamos novamente no fim do ano! Faz tanto tempo quanto a primeira missa rezada no Brasil.